Os familiares de crianças autistas entendem bastante que os pequenos são sensíveis ao barulho e à luz. Costumam ficar bastante agitados quando estão expostas a ambientes barulhentos e luminosos. Kris Cruicksshank e a esposa têm dois filhos com autismo, um de 6 anos e outro de 4.

A família que contamos aqui vive na Noruega, mas viaja com frequência à Escócia para visitar parentes moradores de lá. Qualquer aeroporto do mundo é barulhento e luminoso. Kris e a esposa tomaram todos os cuidados quando voavam do aeroporto de Aberdeen, na Escócia, rumo à Noruega, no dia 7 de julho.

Conforme postou no Facebook, o filho mais velho do casal tem autismo severo: ele é mudo e têm enormes dificuldades para lidar com lugares públicos, filas ou sons altos. “Chegamos ao controle de segurança que estava um pouco ocupado e, quando nos aproximamos das esteiras onde se colocam as bandejas, ele não conseguiu lidar mais e teve um colapso nervoso.”

Os pais avisaram a uma funcionária da segurança que o filho era autista, “porque sabíamos que estávamos atrapalhando a todos”. “A moça que trabalhava na segurança avisou todos os colegas para pararem de passar as esteiras de bagagem pelo raio-x e assim interromper o barulho e chamou alguns outros colegas para nos ajudar. Eles levaram minha esposa e meu filho mais velho pelo detector de metal até uma sala silenciosa para que ele pudesse se acalmar”, conta Kris.

O pai disse que o menino se acalmou depois de cinco minutos. No momento do embarque, a funcionária comunicou que a família viajava com uma criança autista e fez com que embarcassem primeiro que todos os outros passageiros. Depois da decolagem, o filho mais velho do casal dormia o sono dos deuses. “Minha esposa e eu gostaríamos de repassar nossa gratidão sincera a toda a equipe do Aberdeen Airport por tudo que eles fizeram”, finalizou Kris, emocionado.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here