Essa pessoa que parece um cacto, de tão espinhenta, está desnutrida de afeto. Provavelmente, ela nem se lembra de quando ganhou um abraço ou um sorriso sincero. Dentro dela, há um estoque de amor, carinho e doçura petrificados pelos golpes duros que a vida lhe deu.

Essa pessoa não é má, tampouco, indiferente. Ela sente tudo, mas finge não se importar porque nunca ninguém se importou com o que ela sentia. Ela se sente invisível, como se a existência dela não fizesse a menor diferença nesse mundo.

Ela carrega profundas feridas, por isso ela fere. Mas, a cada vez que isso acontece, ela sangra mais. É um ciclo que se retroalimenta. Para interromper esse ciclo, seria algo simples: basta que alguém lhe dê uma dose de afeto. Nada muito caro, uma xícara de café e uma prosa que iniciasse assim: “fale um pouco sobre você, eu adoraria ouvir a sua história”. Essa pessoa só precisa ser ouvida, enxergada…tocada.

Essa pessoa está adoecida pela solidão, pelo abandono afetivo e pelas tantas pancadas que levou ao longo da vida. Sim, todo mundo leva uns socos da vida, mas, alguns levam o tempo todo e nunca tiveram um colo à disposição e nunca ouviram frases do tipo: “isso vai passar”, “você vai superar isso”, “seus olhos são lindos”, “pode chorar, estou aqui”. Então, não há outro caminho, elas vão sair por aí pulverizando rabugice por onde passar, afinal, sua alma está abarrotada de amargura.

Quanto mais amarga uma pessoa se encontra, mais machucada e assustada ela está. A gente costuma associar aspereza à força, mas é o contrário. Quanto mais fragilizada, mais a pessoa se torna agressiva. Um abraço e um olhar desarmado, seriam capazes de desmontar esse “gigante”.

Então, com esse texto, eu só quero lhe apontar uma outra forma de você olhar as pessoas amargas que você encontrar pelo caminho. No seu ambiente de trabalho, no seu colégio, faculdade, igreja, família etc. E, se você for a pessoa machucada, eu desejo que você encontre olhares que te enxerguem além das suas aparências. Espero que vejam o ser humano lindo e cheio de encantos que existe por trás desse escudo.

***

Foto de Roberto Nickson no Unsplash

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Ivonete Rosa
Sou uma mulher apaixonada por tudo o que seja relacionado ao universo da literatura, poesia e psicologia. Escrevo por qualquer motivo: amor, tristeza, entusiasmo, tédio etc. A escrita é minha porta voz mais fiel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here