O senhorzinho leva, na verdade, um porta-retratos com uma foto da esposa. A história foi postada nas redes sociais por Giorgio Moffa, proprietário de uma pizzaria que fica em frente ao local onde Giordano fica todas as tardes. A história rapidamente viralizou nas redes sociais.

“Há alguns dias, eu não conhecida essa pessoa esplêndida. Só sei que ele viveu um grande amor. Eu o vi chorar, e acredito que homens do tipo não existem mais. Um abraço forte, caro amigo, você é um grande homem”, escreveu Giorgio em sua homenagem a Giordano no Facebook, após investigar a história do senhor mais a fundo…. – Veja mais em https://www.bol.uol.com.br/noticias/2018/07/30/todos-os-dias-italiano-leva-foto-da-esposa-falecida-para-ver-o-por-do-sol.htm?cmpid=copiaecola

Giorgio acredita que a imagem de Giordano é símbolo de um amor eterno, ao mesmo tempo em que exemplifica sentimentos como solidão e distância, que o próprio Giorgio conhece bem. “Eu perdi um filho e dois irmãos quando eram jovens. Eu sei como é a dor de perder aqueles que você ama e tentar começar a viver de novo”, contou o italiano ao jornal La Repubblica.

Uma história de amor Em entrevista ao Huffington Post, Giordano contou qual sua motivação para levar o retrato e como era sua relação com a esposa, com quem teve três filhos.

“As crianças são carinhosas, presentes, mas com ela o relacionamento era diferente e, de certa forma, continua”, contou Giordano, explicando que a praia era por onde o casal passeava na juventude.

“Vejo o porto onde caminhávamos juntos e sento no mesmo banco, e vejo o mar onde nadávamos ainda crianças”, diz Giordano, que começou a namorar Ida no final dos anos 60, quando ele tinha 16 anos, e ela, 17. “Ela foi a primeira mulher da minha vida, o primeiro e único amor verdadeiro”.

Fonte indicada: Uol

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here