Quando somos adolescentes, é muito fácil ver nossos amigos o tempo todo, e fazemos isso (porque, quando temos 15, tudo o que fazemos é ver nossos amigos o tempo todo). Mas à medida que crescemos, torna-se cada vez mais complicado, estudos e depois trabalho dificultam a coordenação.

Começamos a nos ver cada vez menos, vendo-os quase todos os dias à sorte uma vez por semana. Então, quando você pode, é de vez em quando.

E isso é muito, muito ruim. Não só porque você se distancia de seus amigos, mas porque isso prejudica sua saúde.

Uma série de estudos do pesquisador William Chopik mostrou que em nosso estágio de maturidade é quando mais precisamos de nossos amigos – mais do que da família, sem ofender ninguém. E quando paramos de vê-los, começamos a danificar nossa saúde.

Possivelmente nosso estômago ou pulmões continuem a fazer seu trabalho adequadamente, mas é a nossa saúde mental que precisa do apoio emocional que somente seus melhores amigos podem lhe dar. Porque amigos, notícias, um não sobrevive sozinho neste mundo.

E não vê-los faz com que você fique mais estressado, cansado e pouco a pouco começará a afetar seu corpo, porque você é incapaz de se libertar de todas as cargas emocionais que você carrega diariamente, se você não compartilhar com eles.

Então, nunca pare de ver seus amigos, como minha mãe sempre diz: quando você quiser, você pode. Portanto, reserve um tempo na sua agenda, não importa o quanto esteja cansado, junte-se a seus amigos, saia, vá comer, divirta-se e não deixe nada ficar entre você.

Acima de tudo, que nenhum homem te separe das suas amigas. Meninas, ninguém, nem o melhor homem do universo, vale o suficiente para que seus melhores amigos se tornem extras em suas vidas.

Eles devem sempre ser os protagonistas, está claro?

Tradução e adaptação A Soma de Todos os Afetos, via UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here