Nós todos merecemos um amor que nos ame como somos, um amor com o qual não temos de colocar escudos para esconder as nossas preocupações, nossos medos e nossas fraquezas mais profundas. Merecemos um amor que nos amem com calma, que nos traga a paz, mas ao mesmo o tempo força para enfrentar as coisas que não podemos mudar, que seja alguém que nos leva a fugir, que nos ensina a usar as asas, a amar em liberdade.

Todos nós merecemos um amor que nos olhe como se não houvesse mais ninguém na terra, que nos cubra de beijos, que nos faça esquecer os complexos, os defeitos que muitas vezes causam insegurança.

Precisamos de alguém para nos fazer sentir que, mesmo sendo imperfeitos, somos perfeitos quando queremos.

Nós merecemos um amor que não tem dúvidas, que sabe que ao nosso lado é o melhor lugar, que sabe que mesmo que haja mil mundos, a nossa casa é sua única casa.

Aquele que faz do nosso mundo um lugar melhor, um cantinho no céu apenas para nós dois, que não tem medo de segurar nossas loucuras ou acreditar em ideias que na primeira impressão podem parecer desprovidas de sanidade.

Nós todos merecemos alguém que nos ame como somos, alguém para compartilhar o tempo, mesmo quando se trata dos momentos mais tensos. Alguém que nos traga fé e que creia na grandeza de nossas possibilidades, nossos sonhos, nossa desejo de crescer.

Nós merecemos caminhar ao lado de alguém que faz o amor aparecer em nosso riso, alguém para compartilhar as lágrimas, mas também alegrias. Alguém que pode nos fazer esquecer as raivas nos beijando, alguém que retorna para falar depois de brigar, alguém que possamos pedir perdão quando tenhamos cometido algum erro.

Traduzido e adaptado por A Soma de Todos os Afetos, via Rincón Del Tibet – Sara Espejo

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here