É mais difícil do que se imagina. Conhecer alguém. Ser conhecido. Eu não sei quantas pessoas eu de fato conheço, não sei quantas eu deixei que me conhecessem. Mas eu sei o quanto é importante ter ao menos uma pessoa que saiba que eu tenho três jeitos de respirar e que cada um tem um significado.

Eu sei que é importante ter alguém que saiba que meus olhos nunca mentem, por isso, quando eu estou mal, não gosto de ver ninguém. Minha cor preferida é azul, meu país preferido é a Itália e eu amo chocolate. Se eu fico com raiva, eu choro. Quando eu passo muito tempo sumida é porque estou imaginando se alguém vai me encontrar

Eu tenho medos bobos, muito bobos, mas também tiro forças de onde não tenho quando alguém que eu amo precisa. Gosto de pensar que existe ao menos alguém que me conheça bem assim. Que saiba do meu lado mais obscuro e também do lado que me ilumina.

Quantas pessoas conhecem você? Quantas você conhece? Temos que prestar mais atenção uns nos outros, sabe?! A superficialidade ainda vai nos deixar com um profundo arrependimento de não termos mergulhado quando sabíamos nadar.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Isabella Gonçalves
Formada em Direito, apaixonada por livros, pessoas e céu cinzento. Escrevo porque gosto e quando quero. Inconstante, dramática, sonhadora. Vejo 100 onde há um. Vejo um onde há 100 vazios. Confiável, confiante, e que siga a vida! Adiante...sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here