Com o tempo, achamos que nossos sentimentos amadurecem e que não vamos cometer os mesmos erros do passado. Acreditamos que somos donos de nós mesmos e que estamos numa fase em que não seremos machucados novamente, certos de que não vamos sofrer mais pelas milhares de expectativas que colocamos em alguém que não estava com os mesmos anseios do nosso coração. Acredito que nosso coração seja como as estações do ano, e se ele está na primavera e quer florir, não podemos culpar alguém que esteja com o coração no outono, onde as flores antes floridas, estão caindo silenciosamente.

Nunca sabemos quando alguém vai chegar na nossa vida, mudar nossa rotina, trazer de volta uma companhia especial pra nossas almas. O amor vem assim do nada, se construindo aos poucos ou as vezes de súbito. Acredito que isso aconteça quando ambas as pessoas estão sintonizadas e seus corações estão na mesma estação. Mas, por mais que seja doloroso, nem sempre quem chega e é motivo de tanta alegria fica conosco por muito tempo.

Mas como disse inicialmente, quando o tempo passa e temos tantas decepções e certas dores, decidimos que da próxima vez vai ser diferente. Mas engano nosso achar que podemos controlar o amor, o caos, o bem e os estragos que ele faz na nossa vida. Alguns amores duram muito tempo, outros duram não tanto, mas quem somos nós pra julgar qual foi mais intenso?

A verdade é que, por mais receosos que fiquemos, na primeira oportunidade de amar, nosso coração se enche de calor e felicidade. Somos assim, precisamos do amor. Talvez já esteja se tornando clichê essa frase, mas com tantas pessoas procurando por amor, é impressionante ver tanta gente indiferente a ele. Mas acredito que a explicação pra isso é o fato de muitas pessoas estarem com o coração imerso no outono, e que não querem pular essa estação, querem se desapegar, deixar o resto das flores que restaram cair, já que as primeiras que morreram foram as que doeram mais. Não que esse coração nunca mais tenha flores, não, ele até procura algumas, mas com raízes rasas, que não prejudiquem mais o que já foi machucado.

Talvez um dia esse coração canse do outono, das flores de raízes fracas, talvez esse outono dure muito tempo ou não. Depende só do dono do coração. Tem certos corações que precisam de mais tempo pra se recuperar. Como disse, quando a gente sente dor uma vez, tendemos a fugir disso, e não cedemos facilmente quando outra oportunidade de sofrer aparece. Mas essa é a questão, esquecemos que o amor é muito mais que isso, muito mais que a dor de uma separação ou a sensação de tempo perdido.

O amor é recomeço, é calor. Se você está no outono, abra seu coração pra flores com raízes profundas, que te traz vida e pare de sentir a dor de algo que já passou. Se você descobriu que está se apaixonando por alguém no outono, espere um pouco por ele, mostre que seu amor vale ser plantado. Se a pessoa achar que suas flores não são boas o suficiente, aguarde alguém que está a procura de flores como as suas, pra florir no jardim de ambos os corações e não deixe-se influenciar pelo outono de outro.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Tereza Souza
Graduanda em Química, quem diria? Acha incrível a química existente nas sensações e emoções e por isso escreve sobre elas. Doida por gatos e qualquer outro tipo de animal. Sagitariana com ascendência em Aries, gosta de ter das mais diversas sensações da vida e conhecer diferentes pessoas e culturas, com uma pitada de imediatismo em tudo que vai fazer. Uso da escrita pra abrir meu coração e mostrar o que sinto dentro de mim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here