Por um bom tempo ela manteve dentro de si a superação de boa parte do sentimento que nutria por certo rapaz, pois fizera orações pedindo que todo sentimento por ele fosse embora de seu coração. E de fato os dias foram passando e com eles o sentimento também ia passando. Ela então não mais sonhara com ele como antes. Não mais se demorava em pensamentos sobre o futuro deles juntos. Não mais desejava ter a sua atenção. E assim foi por semanas ou meses. Era tão bom e reconfortante para ela não sentir mais nada do que sentia antes. Ela se sentia tão agradecida a Deus quando olhava o rapaz e não mais sentia a paixão que um dia incendiou o seu coração. Ela parecia que estava livre e que poderia agora viver normalmente como fazia antes de saber que ele existia.

Porém, essa garota continuava nutrindo um imenso carinho e admiração por ele, e por causa disso ela ficava o observando de longe. Ela sabia o que ele fazia, algumas coisas que sentia, alguns dos lugares para onde ia, as pessoas com quem se relacionava, e até torcia para ele se enlaçar com uma moça que ela também admirava, pois achava que os dois juntos poderiam construir algo lindo e eles já eram até amigos. Mas ela caiu no erro de se reaproximar demais e começou a se imaginar com ele novamente. Todavia, ela passou a se segurar e não mais falar com ele em nenhuma circunstância porque queria parecer indiferente. Mas o seu coração não conseguia mais parar de pensar nele como estava fazendo antes de supera-lo por um período. Assim ela se sentiu novamente absorta naquele sentimento, mas agora ele estava bem mais fraco.

Entretanto, numa tarde de sábado ela não conseguiu mais se conter e acabou falando com ele. Foi algo bobo e sem importância o que ela havia dito, mas ela queria tanto comentar o que ele havia feito e se mostrar feliz com aquela sua conquista que não conseguiu ficar calada. Porque ele parecia estar avançando e progredindo dentro da sua nova fase de vida, o que a deixou muito feliz porque ela orava para que ele fosse ainda mais longe do que foi um dia. E a resposta dele diante do interesse dela a impressionou tanto ela não conseguia parar de rir. Ela se sentiu mais perto dele e foi o bastante para acreditar que haviam sido destinados um ao outro. Então ela mesma arregaçou as mangas e passou escavar todo o sentimento que estava enterrado. Porque aquilo que um dia pareceu impossível acabou se tornando possível na cabeça dela.

Ela contou as horas para poder falar com ele de novo, pois ele parecia ocupado e ela esperou até o dia que ele pediu para eles conversarem novamente. Mas quando o dia chegou ela ficou relutando se iria falar ou não, pois no fundo ela morria de medo de ser rejeitada por ele como aconteceu tantas vezes antes e ela sentia que não suportaria a dor de mais outra rejeição. Então reunindo o pouco de coragem que tinha, pediu licença as amigas que brincaram dizendo que ela se retirara para falar com ele, mas ela negou, porém foi justamente falar com ele. Eu gostaria de dizer que ele foi totalmente solicito, que a abraçou com palavras, que disse o que ela esperava ouvir, que a tratou com amor e que disse: “Precisar de mim é só chamar, saiba que estou aqui para lhe ajudar no que for”.

Mas nada disso aconteceu. Ele a tratou como se ela não fosse alguém com sentimentos e como se nenhuma pessoa havia falado com ele. Foi o suficiente para ela se desmontar inteira e perceber o enorme erro que havia cometido. E saber que a sensação de que não deveria falar com ele estava certa. Ela deveria ter ficado em seu cantinho e não saído para tentar construir um laço que ele não estava interessado em ter. Ela novamente se esforçou para fazer algo que nunca iria acontecer se as duas partes não estiverem com o mesmo interesse. Ela ficou tão envergonhada, constrangida, triste. Ela odiava se sentir rejeitada e como se não fosse alguém que valia a pena. E ele fazia ela se sentir assim. Porém ela sabe que não pode culpa-lo, pois ele nunca mostrou que estava interessado nela. Ele nunca alimentou qualquer tipo de sentimento, mas ela mesma criou ilusões que outra vez reabriram as feridas que haviam se fechado.

Então ela tomou a decisão de que deveria se afastar como fizera antes. Mesmo seu coração desejando continuar beber daquela fonte que se tornara um veneno. Mas antes de cortar os laços ela o viu abrir o coração, não diretamente a ela, porém ouviu o quanto ele sentia falta de casa, dos amigos, pois havia se mudado há poucos meses para outro estado. No mesmo momento ela sentiu uma vontade enorme de dizer: “Eu também mudei de estado como eu já te disse uma vez. Eu também estou morando longe da família e amigos, mas não sei se você se lembra disso. E não querendo incomodar, mas apenas quero dizer que entendo a sua dor e sei como se sente. E da mesma forma que o Espírito Santo lhe disse que tudo isso é sobre o proposito Dele na sua vida, Ele também falou comigo a mesma coisa. Engraçado, não é?”.

Entretanto, ela se conteve. Calou. Não valeria a pena dizer algo para ser ignorada mais uma vez. Não aguentaria ser novamente rejeitada. Assim ela se afastou e não sabe por quanto tempo irá evita-lo dessa vez, mas espera ser mais forte do que das outras vezes. Novamente ela fará as orações que pedem para todo esse sentimento sair de seu coração, apesar dela saber que ela mesma que se alimenta com eles e que a culpa é sua. Porém ela sabe também que Deus é misericordioso e vai tirando aos poucos tudo isso que lhe causa dor. Mas o que ela mais precisava saber e as verdades as quais deve se agarrar nesse momento, é que ela precisa parar de correr atrás de alguém que não a quer ao lado. Talvez ele esteja cansado de ver garotas tentarem impressiona-lo. Ou quem sabe ele quer passar um tempo sozinho ou esteja evitando cometer os mesmos erros que cometeu nos relacionamentos anteriores.

Ele pode estar vivendo uma fase aonde não quer nada além de construir sozinho um futuro numa base sólida. Ele pode desejar evitar tudo que poderia lhe tirar o foco de seu propósito e não pensar que poderia dar certo com alguma garota quando não havia muita possibilidade de ficarem juntos no momento. Ou pode ser qualquer outro motivo que apenas ele e Deus sabem. Por isso ela precisa seguir sua vida com a alma leve e se perdoando, não se sentindo mais frustrada e nem decepcionada. Porque tudo que ela fez foi por acreditar que eles por serem parecidos dariam certo. Por crer que havia um fio invisível os unindo sem eles perceberem.

Portanto, ela dirá nas suas orações que perdoa a si mesma, que pede perdão a Deus por ter se jogado precipitadamente sem saber se o rapaz iria segura-la, e irá pedir para esquecê-lo. Mas pedirá para ficar com o carinho e admiração como antes, porém agora com a certeza de que não adianta ela se esforçar em algo assim quando o seu futuro não está mais em suas mãos, mas nas Daquele que prometeu que cuidará dela e que no tempo certo fará o que for melhor para ela. Assim ela sente paz inundar seu peito e diz a si mesma que ficará bem porque confia Naquele que lhe deu essa promessa.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Tatielle Katluryn
Nessa existência já há 20 anos, com sangue Maranhense e coração pertencente ao céu. Sou cristã e estudante, apaixonada por livros do séc. XIX e Astronomia. Escrevo desde os 13 anos, mas nunca imaginei que a escrita faria parte da minha vida e hoje não passo um dia afastada das palavras. Mas nada disso é mérito meu, pois Deus me chamou para falar aquilo que Ele quer dizer as pessoas, para levar a paz a corações como o meu.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here