Repousa seu coração. Aquieta seus pensamentos. Respire fundo e agradeça. Por tudo. Sem distinção de grandeza ou valor para ser grato pouco, ou muito. Apenas seja e fique bem. Amanhã será um novo dia – obviamente. Acontece que às vezes a gente não se dá conta disso e vai vivendo em modo automático. Como se todos os dias fossem exatamente iguais. Não são. Felizmente haverá uma nova chance para refazer os planos, aprumar as velas e içar longe os sonhos. Os problemas a gente supera, as alegrias aproveitamos. Na breve certeza que haverá sorrisos, bem como lágrimas. E tudo bem. Amanhã será um novo dia – repito para ficar entendido. E se a gente entender que é preciso sair do modo automático, despertará na gente a arte de moldar o dias com as nossas próprias mãos. Artesanato mesmo; enfeitar-se com a nossa delicadeza. Talvez sair do modo automático é perceber que quando uma situação não pode ser mudada, a gente muda a nossa percepção acerca dela – daí a mágica acontece.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Luverlandio Silva
Nasceu no Piauí e cresceu em São Paulo, mora atualmente em Santo André – SP. Apaixonado pela área de exatas, mas tem o coração nas artes e escrita; trabalha e defende o meio ambiente e, as causas naturais: sentimentos; afetos; amor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here