Nem todos os abusos são físicos. Há outro tipo de abuso que também é muito comum: o emocional. Abuso emocional e ansiedade têm uma relação significativa, já que esta última é uma consequência comum que aparece nas pessoas que fizeram parte de relações abusivas.

Este tipo de abuso tem consequências graves e significativas para a pessoa que sofre dele. Neste artigo vamos ver como abuso emocional e ansiedade se relacionam, e os efeitos que podem causar sem que nos demos conta.

“A violência, seja qual for a forma de se manifestar, é um fracasso”.
– Jean Paul Sartre-

O que é o abuso emocional?

O abuso emocional é o termo usado para definir os comportamentos que um companheiro utiliza para ferir, controlar, manipular ou assustar seu parceiro.

O abuso emocional é um abuso contra as emoções de alguém, em vez do físico de alguém. No entanto, existem formas mais sutis de abuso emocional que podem acontecer nos relacionamentos. Isso torna difícil perceber quando ele acontece.

Algumas formas mais claras de abuso emocional são, por exemplo, as seguintes:

– Ameaça de suicídio caso você queira terminar o relacionamento ou fazer algo que seu parceiro não quer que você faça;
-Insultos frequentes, humilhações e declarações sobre você que o machucam;
-Controle de seus comportamentos, incluindo da sua aparência;
-Controle dos seus amigos e do que você pode fazer;
-Ameaças ou comportamentos intimidantes;
-Manipulação de comportamentos.

Outras formas muito mais sutis de abusar emocionalmente de outras pessoas são as seguintes:

-Os “tratamentos silenciosos”, onde a pessoa se nega a falar com alguém;
– Recusa de sexo para obter algo;
– Brincadeiras negativas sem nenhum objetivo ou tentativa de impulsionar o parceiro;
– Ameaçar deixar o relacionamento (ou sair de casa) após uma discussão;
– Não permitir que o parceiro converse com ninguém do sexo oposto;
– Checar o celular do parceiro para verificar ligações, mensagens, etc.;
– Demonstrar ciúmes frequentemente, inclusive sem motivo;
– Culpar o parceiro por coisas que não estão dando certo consigo mesmo.

É preciso saber claramente que poucas pessoas podem dizer que não abusaram emocionalmente de seus parceiros (ou de seus filhos, pais ou outras pessoas) em algum momento. Mas, se estes comportamentos acontecerem com frequência e afetarem a forma como você ou o seu parceiro pensa, sente ou age, é possível que você se encontre em um relacionamento emocionalmente abusivo.

Abuso emocional e ansiedade: efeitos do abuso que não pode ser visto

O abuso emocional pode não causar nenhum hematoma físico ou colocar a pessoa em risco de sofrer uma lesão física importante. No entanto, os efeitos das relações emocionalmente abusivas são relevantes e podem causar consequências emocionais duradouras.

As pessoas que vivem em um relacionamento emocionalmente abusivo podem sentir que não têm valor nenhum, já que seu relacionamento pode acabar com a sua autoestima e confiança. Também podem ficar tristes ou deprimidas, e inclusive podem sentir dores sem razão aparente. Além disso, podem se sentir sozinhas, ou sentir que ficarão sós caso seu parceiro as deixe.

No entanto, nem todos têm estes sintomas. Todas as pessoas são diferentes. Por exemplo, devido ao abuso emocional poder ser bilateral (ou seja, ambos abusarem emocionalmente), também é provável que os mesmos comportamentos aconteçam dos dois lados: raiva, tratamentos silenciosos ou gritos, entre outros.

Também há um sintoma que tende a se espalhar para fora do relacionamento e que pode durar a vida toda, caso não seja tratado: a ansiedade. Na verdade, a ansiedade é, talvez, um dos sintomas mais comuns de abuso emocional.

Às vezes, a ansiedade se limita ao relacionamento; em outras, pode se espalhar para diversas situações, como no trabalho, por exemplo. Também pode permanecer após o término do relacionamento.

O abuso emocional frequentemente causa ansiedade, já que é praticamente uma tempestade de eventos que provocam ansiedade:

– Cria um estresse crônico, que é uma das causas mais comuns de ansiedade;
– Causa pensamento excessivo;
– Leva a uma baixa autoestima e autoconfiança;
– Faz com que as pessoas se sintam nervosas e preocupadas com a possibilidade de que os outros as machuquem.
– Anula o apoio social, já que é causado por alguém de quem precisam para ter apoio.

Esta combinação de diferentes problemas faz com que o abuso emocional possa facilmente desencadear sintomas de ansiedade naqueles que o experimentam, a curto e a longo prazo. Em casos mais severos, pode levar a uma combinação de ansiedade e depressão, ou inclusive a ataques de pânico.

Fonte indicada: A Mente é Maravilhosa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

  1. Eu tenho vivido isso diariamente, já não sei o que fazer nem como fazer, e nesse relacionamento tenho 2 filhas. Onde seria o melhor lugar para buscar ajuda?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here