Eu já falhei muito. Na verdade, quase todo dia cometo algum tipo de falha, por menor que seja, sabe?!

Já falhei em escolhas, com pessoas, já falhei comigo mesma por não tentar. Acho que esse é o pior tipo de falha: quando você nem se dá a chance de falhar. A questão é que eu não desisti, não me culpei (em excesso) ou me vitimizei.

Eu dei a volta por cima, continuei tentando. Não para provar para os outros que eu conseguia, mas pra provar para mim mesma que eu sou capaz.

Você também é e, por favor, não se esqueça disso. Quando falhar em algo, com alguém, com você, tenha a coragem e a audácia de tentar de novo, tenha a humildade de reconhecer o erro e a paciência para aprender e ser melhor da próxima vez.

Suas falhas não te definem, mas o que você faz com elas diz muito sobre você.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Isabella Gonçalves
Formada em Direito, apaixonada por livros, pessoas e céu cinzento. Escrevo porque gosto e quando quero. Inconstante, dramática, sonhadora. Vejo 100 onde há um. Vejo um onde há 100 vazios. Confiável, confiante, e que siga a vida! Adiante...sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here