Você não pode deixar que um dia ruim ou uma pessoa ruim definam quem você é. Ok, você pode sentir raiva, ficar triste, reclamar com os amigos, ficar sem dormir por uns dias, mas depois, pronto. Tenta de novo. Tem sempre um novo lugar, um novo dia, novas pessoas para você descobrir. Acha um novo passatempo, vai jantar naquele restaurante que você sempre passa na porta e tem vontade de entrar, planeja uma viagem, vai correr no parque, na praia, ouvir novas músicas, ler aquele livro que você comprou no mês passado. Só… Tenta. Tenta quantas vezes for preciso, sabe?! Mas não deixe que o que é ruim seja maior do que o que você tem de bom, do que o que você já fez de bom. Não deixe que o que te machucou te faça menor e te arraste pelos dias. Não. Deixa isso pra trás, deixa passar. Depois de ter vivido a dor, deixa pra lá e vai. Vai com cicatriz, mas vai. Segue em frente, vira em outra esquina, anda por outras ruas, encontra mais com os amigos, coloca os filmes em dia. Sempre teremos dias ruins, e, por mais que doa, sempre encontraremos pessoas ruins também, que vão nos machucar e muito e não vão dar a mínima pra isso. Vão seguir como se nada tivesse acontecido. Então, por que você não deveria seguir também? Você deu o seu melhor, foi o seu melhor. Tentou. Agora, tenta de novo. E de novo. E de novo. Há pessoas boas por aí também. Há muita coisa boa espalhada por aí também. Tem sempre um novo lugar, um novo alguém, um novo dia, um novo “você”. Só… Tenta. Aos trancos, com falhas, tropeços e recaídas, mas tenta.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Isabella Gonçalves
Formada em Direito, apaixonada por livros, pessoas e céu cinzento. Escrevo porque gosto e quando quero. Inconstante, dramática, sonhadora. Vejo 100 onde há um. Vejo um onde há 100 vazios. Confiável, confiante, e que siga a vida! Adiante...sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here