Não adianta nada ser excepcional e ter diversas qualidades se elas não forem exploradas, se não forem feitas coisas extraordinárias com elas. Não adianta nada ter talento se este não for desenvolvido, não adianta nada ser excepcional se a pessoa não executar seu trabalho com paixão, mostrando a melhor versão de si.

Ser excepcional significa construir ações e produtos excepcionais. Que o seu trabalho ajude a melhorar as coisas, que seja possível transformar a sua vida e também a dos demais. Ser excepcional é saber quando e como agir; mas realmente fazer isso, não só observar e ver a oportunidade passar.

As pessoas são excepcionais pelas suas ações e pela sua forma de realizá-las. Ser excepcional é muito mais que ter qualidades, ser excepcional é contar com a resiliência suficiente para aprender com as próprias falhas.

As pessoas constantes, trabalhadoras, aplicadas, resilientes, são excepcionais. E você sabe por quê? Porque elas são capazes de deixar uma marca em tudo aquilo que fazem. Sabem conviver com a incerteza e com o risco, ao mesmo tempo que acumulam paciência esperando pelo momento adequado. Elas agem, mas também leem, interpretam… e isso é uma grande vantagem.

Brilham e iluminam quem está ao seu lado, não apagam quem as cerca. Pelo contrário, proporcionam um ponto a mais de intensidade à luz que elas já têm. São capazes de ver coisas onde antes ninguém via nada.

O sucesso consiste em fazer o empenho triunfar

Como podemos conseguir isso? O empenho é o que nos torna especiais, e não apenas conquistar aquilo que nos propomos, mas sim aprender com aquilo em que falhamos. Ter consciência do que alcançamos é só uma parte, precisamos saber quais recursos ou ferramentas utilizamos para conseguir um efeito ou outro.

Ser excepcional é falhar e persistir, é saber renunciar quando sobram poucas opções. Ser excepcional é saber se manter na maior parte do tempo nos lugares em que queremos estar. Ser excepcional é conhecer os próprios limites, os pontos fracos e quais são as maiores oportunidades disponíveis para o nosso perfil.

A vontade é a nossa maior arma para fazer tudo isso, não só ser excepcional. É daí que nascem as pessoas de sucesso, aquelas que fazem de tudo, que sabem desenvolver seu talento e fazer coisas maravilhosas com ele.

“Se há algo em nós que é verdadeiramente divino, é a vontade. Por isso, afirmamos a personalidade, controlamos o caráter, desafiamos a adversidade, reconstruímos o cérebro e nos superamos diariamente.”
-Santiago Ramón y Cajal-

Ser excepcional também é questão de atitude

Muita gente vai ter qualidades, muita gente vai ter uma inteligência esmagadora, vai contar com ferramentas incríveis para se desenvolver em inúmeras situações, mas não adianta nada fazer parte deste grupo se a pessoa não colocar seus talentos em prática e tirar um bom proveito disso.

A atitude é a nossa carta de apresentação, aquilo que pode destacar ou contaminar os nossos produtos (emoções, pensamentos e comportamentos).

Uma atitude positiva nos permite crescer e colocar em prática muitas das ferramentas com as quais contamos, a atitude é o que nos mantém no caminho e não nos deixa desistir. Quando a atitude e a vontade se unem, somos capazes de dar o melhor de nós mesmos. A atitude deixa marcas e a vontade nos guia. A atitude é a nossa forma de ganhar no mundo.

O mundo está cheio de pessoas excepcionais. Elas só precisam tirar proveito de tudo que são capazes e fazer acontecer. Fazer as coisas de forma excepcional é o que nos torna geniais, é o que faz a diferença, é o que nos faz triunfar em nosso talento. Assim, o que você está esperando para conhecer aquilo que te torna excepcional?

Fonte indicada: A Mente é Maravilhosa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here