Ela fala pelos cotovelos. E não importa o meio de comunicação é sempre e será assim, assunto que não acaba mais. Ela lhe manda mensagens de manhã, de tarde e de noite. Quando estão juntos quer saber sua opinião sobre os mais diversos assuntos… a vida dela? Você já sabe de cor e salteado. Você se faz um bom ouvinte. Dá-lhe toda a atenção. Não poderia ser diferente. Tem coisa mais linda do que vê-la falar, falar e, falar? Óbvio que não.

Ela pega no seu pé, sim. Quer saber aonde você foi, com quem estava. Não é cobrança. É cuidado. Não é prisão. É comunhão. Que saber de cada detalhe do seu dia, por controle? Não, interesse. É sufocante? Depende. Você considera que ter alguém do seu lado para o que der e vier, em qualquer momento do seu dia seja algo ruim? Então talvez seja e você está com a pessoa inadequada. Porque ter uma mulher que se faz presente na vida de um homem não é para qualquer um.

Agradeça por ter uma mulher assim, faladeira, interessada em você, às vezes birrenta e brigona. Forte, segura de si. Se ela lhe trata desta maneira é porque você ganhou toda a atenção dela, ganhou o coração. Ela não será só mais uma que deixa o dia a dia de vocês passar por passar. Tem que fazer sentido o tempo juntos mesmo que separados.

Quem não aguenta o tranco de uma mulher presente não sabe o que é reconhecer uma parceira para a vida. Muitos homens reclamam de uma presença que deveria ser agradecida e retribuída com igual interesse. Acostume-se com a falação, com ela “pegando no seu pé”, com ela “cuidando de você” e, seja um homem de verdade e faça o mesmo. Sem sufoco. Sem stress. Intensidade é que sustenta o relacionamento; com leveza e amor diariamente.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Luverlandio Silva
Nasceu no Piauí e cresceu em São Paulo, mora atualmente em Santo André – SP. Apaixonado pela área de exatas, mas tem o coração nas artes e escrita; trabalha e defende o meio ambiente e, as causas naturais: sentimentos; afetos; amor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here