Em tempos de relações rasas e efêmeras, ter paciência para conhecer o outro, ter vontade de ficar, querer permanecer mesmo quando o outro revela o lado não agradável e, ainda tem mais, ter a capacidade de se mostrar, sem jogos, sem meia entrega, sem meio sentimento… Só tendo muita coragem. Com tanta foto de gente bonita por aí, com tantos aplicativos, notificações, preferir olhar no olho, preferir o toque e a risada esquisita, a cara brava, o cochilo no sofá durante o filme repetido que passa na TV. Em meio a tantas opções, optar por conquistar a mesma pessoa, dia após dia e não desistir do sentimento que bate forte no peito dizendo: “vai em frente”, mesmo quando a razão e até muitas pessoas dizem: “larga disso, tem tanta história por aí”. Do que adianta, né?! Tanta história por aí se você já tem o seu personagem favorito e quer escrever o fim junto a ele. Ainda que não seja eterno, mas que seja sincero. Ainda que não seja perfeito, mas que seja bonito. Amor é para quem tem coragem de aceitar o outro como ele é. Amor é para quem tem a força de remar por dois, vez ou outra. Amor é para quem sabe que a vida compartilhada com uma pessoa que vale a pena fica muito mais bonita de ser vivida. Amor é para quem escolhe amar, e, entende que o amor é também respeito, companheirismo, lealdade, amizade. Amor é plural e é para quem quer ser singular ao lado de outro alguém. Coragem.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Isabella Gonçalves
Formada em Direito, apaixonada por livros, pessoas e céu cinzento. Escrevo porque gosto e quando quero. Inconstante, dramática, sonhadora. Vejo 100 onde há um. Vejo um onde há 100 vazios. Confiável, confiante, e que siga a vida! Adiante...sempre.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here