Outro dia li uma frase extremamente profunda do teólogo, músico, filósofo e médico Albert Schweitzer que me fez refletir sobre o destino que damos à nossa vida, sobre as escolhas que fazemos e de que forma conseguimos ser relevantes. Abaixo está a frase…

“A tragédia não é quando um homem morre. A tragédia é aquilo que morre dentro de um homem enquanto ele ainda está vivo…”.

Albert Schweitzer

Ela pode nos levar a uma reflexão importante e que considero necessária, pois a morte atinge a todos nós, e o que muda entre alguém que se tornou relevante para alguém que não se tornou é a caminhada, as escolhas, as decisões tomadas ao longo da vida.

Morremos um pouco a cada dia, mas nossa essência mais profunda continua intacta, continuamos como uma criança em nosso interior. Porém, uma vida com sofrimentos em demasia e falta de esperança pode contribuir para destruir essa criança linda que vive em nós. É preciso cuidado e atenção constante para que isso não ocorra. A verdadeira e única morte é a do espírito, se o espírito morre, aí verdadeiramente podemos dizer que uma pessoa morreu.

É disso que o Albert Schweitzer está falando com sua frase. O que nos faz morrer por dentro gera essa tragédia sem precedentes, e esta tragédia prejudica a nós e a muitos outros que de alguma forma fazem parte da nossa vida.

As principais coisas que matam nosso espírito são: a ignorância, o medo, a raiva e os apegos. Todos são manifestações do nosso EGO. Aprendendo a transcender essas barreiras para a nossa felicidade e completude, podemos ser relevantes neste mundo.

Cada pessoa nasce com dons únicos e maravilhosos. A maior felicidade é quando utilizamos nossos dons para beneficiar o maior número de pessoas possível. Eu, por exemplo, me sinto imensamente feliz e grato por poder compartilhar meu conhecimento e experiências com você que me lê agora. Estou utilizando esse dom que tenho da escrita para beneficiar a muitos.

Mas existe algo a ser refletido. Eu só posso ser relevante e compartilhar meus conhecimentos se antes, dentro de mim, houver vida, amor, plenitude, alegria, verdade, otimismo etc. tudo isso são requisitos para realizar esse trabalho de uma forma bonita e impactante.

Desta forma, busco constantemente o AUTOCONHECIMENTO, a MEDITAÇÃO, busco nutrir relacionamentos significativos e ricos, busco a natureza, me alimentar corretamente, fazer atividades físicas prazerosas, ler bons livros, assistir a bons filmes, ouvir boas músicas etc. tudo isso me ajuda a manter minha mente clara e inspirada. Essa é uma conexão com as energias cósmicas que trazem harmonia e equilíbrio.

Agora, se eu deixasse isso morrer em mim. Já pensou? Seria uma tragédia, como diria o Albert Schweitzer. Tenho consciência de que o que faço é pouco. O que digo, também é dito por milhares de pessoas por aí. Mas por que seria uma tragédia? Porque não teria a minha energia, entende? E ela é única. A maneira como transmito o que tenho pra dizer é minha e de mais ninguém, e pode tocar o coração de uma pessoa de uma forma única e especial.

Tenho consciência disso, e tendo essa consciência, busco manter sempre viva essa chama dentro de mim, para que possa fazer o bem ao maior número de pessoas possível e assim, ser alguém importante. Como diria o Mario Sergio Cortella, alguém importante é aquele que é transportado para dentro do coração de alguém. Eu sou importante em momentos específicos na vida de diversos leitores, que leem o que estou transmitindo, internalizam e vão se transformando interiormente.

Nessa hora não há separação! É algo incrível. Eu estou dentro do coração de alguém que me lê. Pode haver apenas uma separação física, mas há uma conexão através do espírito, da minha energia emanada no texto que chega até o coração da pessoa. Percebe como isso é profundo?

Esse sou eu em meu trabalho com a escrita, mas isso se estende para todas as pessoas em seus ofícios e suas vidas. Uma cozinheira de escola, por exemplo, sem ela, muitas crianças e adolescentes deixariam de ter uma comida gostosa e nutritiva, geradora de vida e alegria. Sem um professor em uma sala de aula, os alunos ficariam jogados ao léu, sem uma referência, sem alguém para lhes ensinar valores humanos e conhecimento. Sem alguém que trabalhe com manutenção de automóveis, ninguém conseguiria se locomover em seus carros quando eles dessem problemas. Sem um médico num pronto socorro para atender os pacientes doentes e debilitados, haveria muitas mortes e muito mais sofrimento etc.

São tantos exemplos, tantos ofícios, tantas profissões, que seria absolutamente impossível enumerar todas. É preciso entender que em todas elas há VIDA, há ENERGIA sendo desprendida. Há AMOR, há VÍNCULOS. Se alguma coisa no meio disso tudo perde vida, perde energia, ou seja, morre, muita gente sai perdendo, porque estamos todos vinculados de alguma forma.

Que essa reflexão seja encarada por você com alegria e entusiasmo. Acredite! Você é importante na vida de diversas pessoas. Eu não lhe conheço, não sei como é o seu rosto, sua altura, sua cor de pele, não sei se é casado(a), solteiro(a), se tem filhos etc. Não sei nada disso, mas sei de uma coisa. Há vida dentro de você! Há uma energia linda pulsando e esperando para ser liberada e utilizada em algo grandioso para você e para muitas outras pessoas. A vida é passageira, não a desperdice com bobeiras, com bobagens. Transcenda isso! Seja amor, busque conhecimento, busque crescer espiritualmente, e assim, tudo em sua vida ganhará uma dimensão mais iluminada pelo amor de Deus. Acredite! É assim!

Desejo muito amor e paz em sua vida. Sigamos juntos, crescendo em amor e consciência…

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Isaias Costa
Bacharel em Física. Mestre em Engenharia Mecânica e Psicanalista clínico. Trabalha como professor de Física e Matemática, mas não deixa de alimentar o seu lado das Humanas estudando a mente humana e seus mistérios, ouvindo seus pacientes e compartilhando conhecimentos em seu blog "Para além do agora", no qual escreve desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here