Eu quero um amor. Mas não é um amor meia boca, um meio amor, uma paixão e meia, um “eu te amo, mas”, um quase amor. Não. Eu quero um amor desses que segura firme a mão, que abraça no meio da rua, deita junto na rede, leva para beber cerveja com os amigos e não liga de assistir romance no cinema. Quero um amor desses livre de ciúmes e inseguranças, onde só o fato de querer estar junto e fazer por onde isso aconteça, baste.

Quero um amor com respeito implícito (o que para mim já faz parte do significado de amor, mas só para deixar claro). E quero um amor com noites em claro e dias de domingo dormindo o dia todo entre um filme e outro. Quero um amor desses que viaja junto, sonha junto, vai ao supermercado junto, mas que também sabe respeitar a individualidade.

Quero um amor inteiro que não some duas metades, e sim que transborde. Quero um amor com beijos demorados, olhares apaixonados, arrepios pelo corpo. Um amor que cuide nos dias ruins e que cuide também nos dias bons, um amor que dê saudade, mas também dê encontro para matar a falta. E que não seja livre de discussões, discordâncias, mas que elas sejam pequeninas perto da capacidade de entendimento, do poder do perdão e da vontade de superação. Quero um amor que me chame para ir assistir ao futebol, para ir ao show da minha banda preferida e para deitar mais cedo na sexta-feira e conversar da vida, comendo pizza.

Eu quero um amor inteiro, um amor e meio, um amorzão, um “eu te amo” e ponto. Eu quero um amor assim, que aceite todos os meus lados, mas me leve sempre para o melhor de mim. Que me entenda e me faça entender, que me ame e me ensine a amar, que me dê motivos para acreditar que em todas as vezes que acreditei ter amado, era só uma amostra do que estava por chegar.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Isabella Gonçalves
Formada em Direito, apaixonada por livros, pessoas e céu cinzento. Escrevo porque gosto e quando quero. Inconstante, dramática, sonhadora. Vejo 100 onde há um. Vejo um onde há 100 vazios. Confiável, confiante, e que siga a vida! Adiante...sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here