Os detalhes são importantes, ainda mais se tratando do amor. E quando digo amor, é sim sobre todo e qualquer amor.

Porque são os detalhes que moldam, fortalecem e também desfazem os amores. Deixá-los de lado é brincar com a entrega da outra pessoa. É esquecer que, antes, durante e depois da intensidade, da intimidade que você compartilha ao lado de alguém, existe todo um oceano de gestos e emoções a serem reconhecidas.

Não vale se for uma via de mão única. Não sacia se for uma reciprocidade solitária. Não dura se for um entrelace sem força de amorosidade.

Os detalhes são importantes, mas não podem ser forçados ou, insistentemente, cobrados. Tem amor que sabe de coração os caminhos para admirá-los. Mas tem amor que não.

Importe-se. Ou ao menos tente.

Para os detalhes alcançáveis na ponta dos dedos, uma espécie de sobrevida. Já para os detalhes perdidos no passado, apenas um adeus.

Que ninguém perca o interesse e a disponibilidade para reparar neles.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Guilherme Moreira Jr
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here