Liel Ainmar Assayag vive com seu marido e seus gatos em Alberta, Canadá. Mas, assim que Liel conheceu uma gatinha de dois anos chamada Panda, uma conexão especial surgiu entre elas. Elas começaram a fazer tudo juntas:  Elas brincavam juntas, dormiram juntas, se divertiram e se abraçaram. Quando, mais tarde, sua Liel engravidou, Panda não a deixou nem mais um minuto.

Mas, em vez de brincar com a Liel como antes, a gata passou a se dedicar a sua barriga que estava crescendo. Assim que surgia uma oportunidade, Panda se deitava ao lado da futura mamãe, e colocava sua carinha fofa na barriga de Liel enquanto ronronava para a mãe e para o bebê.

O lugar favorito de Panda era ao lado da barriga da Liel.

 

Mas o que aconteceu quando o bebê nasceu?

Três meses após o nascimento do menino Sean, a mãe exibiu suas fotos conjuntas:

 

“Panda cuidou se Sean todos os 9 meses antes do nascimento e continua a cuidar dele agora. Muitos acreditam que os gatos pretos trazem azar e, portanto, tentam ficar longe deles. Mas, a julgar por essas fotos, eles se dão bem até mesmo com recém-nascidos. Muitas vezes já vi pais abandonando animais de estimação quando têm filhos. É o que acontece com quem mora com um gato. Acho que está errado”, diz Liel.

 

Liel espera que um exemplo como o da relação entre Panda, ela e Sean seja um alerta para qualquer um que tenha medo de manter próximos seus filhos e seus animais de estimação.

“Eles amam nossos filhos.”, conclui.

***

Editorial CONTI outra.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here