É injusto despertar sentimentos em alguém quando não deseja que se relacionem

Imagina se uma pessoa começa a te dar atenção todos os dias, passa horas conversando com contigo sobre assuntos diversos, faz com que você se sinta em casa dentro de um abraço e fique à vontade para compartilhar seus segredos profundos. Mas, de repente, essa pessoa muda contigo e você não sabe exatamente o porquê. Você tenta reatar, pede desculpas por erros que não cometeu e puxa a pessoa de volta para dentro da realidade que vocês um dia compartilharam, porém nada disso adianta, pois a pessoa está decidida a se afastar sem mais nem menos, e isso te machuca tanto ao ponto de se sentir mal – como se tivesse culpa em algo que não sabe se fez ou não. Todavia, eu pedi apenas para você imaginar. Mas quem sabe essa não é um pedacinho da sua história ou de alguém que conheça. Uma história que te leva às nuvens e logo depois te joga no chão.

Uma história que aconteceu com uma menina e um rapaz. Eles que ficaram amigos rapidamente e logo depois ela começou a se sentir atraída por ele de um modo diferente e, quando se deu conta, estava se apaixonando por seu amigo. Assim, ela passou a usar estratégias para chamar a atenção dele para si mesma, para prendê-lo perto de si e que não fosse embora nunca, mas que permanecesse na sua vida para sempre. E de fato ela conseguiu, pois seu jeito meigo misturado com sarcasmo o conquistou. Aí vem a parte de ficarem grudados, de um fazer parte do universo do outro, de se sentirem confortáveis um com o outro de modo que o resto do mundo parava para observá-los. Mas tudo isso aconteceu na esfera da amizade, o que foi frustrante para ela por muitas semanas, porém ela usou ainda de seu sorriso, olhares, jeitos, humor, e logo ele também se apaixonou.

Todavia, o que ele e nem ninguém esperava era que essa menina, quando conseguiu o que queria, ficou assustada. Havia sido a primeira vez que ela recebido reciprocidade e não sabia como agir, o que fazer. Por isso acabou sabotando seus próprios sentimentos e começou a procurar defeitos que antes não tinha enxergado. Ela foi acumulando uma lista intermináveis motivos deles dois não darem certo e usou tudo isso para justificar o seu ‘não’ quando ele propôs um relacionamento além da amizade. E ele entendeu, pois começou também a refletir sobre as barreiras que havia entre eles dois e que não tinha se dado conta antes. Mas o que ele não esperava era que ela se afastasse totalmente ao ponto de não querer mais estar com ele. Ela cessou os encontros, as conversas, as risadas, os sonhos compartilhados, e tudo porque quando conseguiu o que queria não sabia a menor ideia do que fazer.

Ela sem se dar conta foi alimentando um jardim no coração desse rapaz que, quando floriu, ela se recusou a pegar uma única flor para pôr detrás da orelha e enfeitar seu cabelo escuro. Ela não queria suprir a falta que fazia na vida dele, não queria mais ouvir o que ele tinha a lhe dizer, não queria mais perguntar como havia sido o dia dele e não queria mais ir ao cinema assistir o filme que ele estava ansioso para ver. Ela foi reprimindo os sentimentos que tinha porque tinha medo de se relacionar com ele e do que seria deles dois no futuro. Ela não queria partir o próprio coração, caso eles não dessem certo e não queria chorar quando visse que a família de ambos talvez não aprovasse tal relacionamento. Ela pegou tudo isso e usou como desculpa para se afastar e não mais se importar com ele – mesmo que no fundo o seu coração estivesse gritando.

Porém, os meses se passaram e o próprio Deus a fez perceber o quanto ela havia errado com esse rapaz. Ela alimentou sentimentos sem antes refletir desde o começo sobre as dificuldades e diferenças grandiosas que não poderiam os unir num relacionamento sério. E esse é um erro comum entre algumas pessoas que simplesmente agem de forma impulsiva sem pensar nas consequências, que são guiadas por sentimentos passageiros só porque eles são intensos, e que se deixam levar por desejos e pela carência. Pessoas que querem ser amadas de volta e quando conseguem ficam assustadas, com medo e querem fugir. Mas tais atitudes fazem estragos nos corações daqueles que foram conquistados com esforço e que quando conseguiram se abrir foram empurrados novamente para fora. Por isso, é muito importante refletir sobre as próprias atitudes e sentimentos, não se deixar levar por uma simples atração ou vontade de ter alguém, pois se não desejar ter algo sério e duradouro, fará a outra pessoa se machucar e se decepcionar ao criar expectativas sobre um relacionamento que nunca terá.

Imagem de capa: VGstockstudio, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Tatielle Katluryn
Nessa existência já há 20 anos, com sangue Maranhense e coração pertencente ao céu. Sou cristã e estudante, apaixonada por livros do séc. XIX e Astronomia. Escrevo desde os 13 anos, mas nunca imaginei que a escrita faria parte da minha vida e hoje não passo um dia afastada das palavras. Mas nada disso é mérito meu, pois Deus me chamou para falar aquilo que Ele quer dizer as pessoas, para levar a paz a corações como o meu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here