Afetividade, tempo, interatividade, critividade e curiosidade. Quando amamos, sem que percebamos, desenvolvemos meios para abranger toda essa lista, pois dividimos o nosso tempo e, com o tempo, passamos a interagir, criar, nos afeiçoar cada vez mais e instigar quem está conosco. Afinal, permanecer junto exige muita criatividade. E os pais que amam seus filhos sabem bem disso!

Na Itália, uma mãe fez o maior sucesso na internet quando divulgou uma maneira de incentivar a leitura de seus filhos que estavam passando tempo demais só na internet. A ideia foi tão boa que viralizou no mundo tornou um belo exemplo a ser seguido:

Segue a proposta:

Querido pai, querida mãe,

Com que frequência você censurou seus filhos por terem passado muito tempo na internet ou nos games? Algo como:

“Em vez de se sentar com os olhos colados ao seu celular, por que você não lê um livro legal! Os livros são os objetos estranhos que você pode encontrar na biblioteca”.

E então as queixas e discussões começam.

Os smartphones envolvem completamente os jovens… são onde as crianças entram nas mídias sociais e conversam com os amigos. A conexão wi-fi é sua chave mágica para a felicidade.

Se você está procurando uma maneira inteligente de aproximar seus filhos da leitura e tirá-los do WhatsApp, veja o exemplo desta mãe engenhosa que encontrou uma maneira original de educar seus filhos sobre como usar a internet com sabedoria. Sua ideia, que tornou viral na web, também foi relatada na edição italiana do Huffington Post:

“A senha do wi-fi desta semana é a cor do vestido de Anna Karenina no livro… Eu disse o livro, não o filme!! Boa sorte! Mamãe”, ela escreveu em um pedaço de papel.

A única maneira que seus filhos (em idade escolar) poderiam encontrar a senha para a conexão à internet era lendo o livro de Tolstoi.

Não é ruim quando um truque faz as crianças se apaixonarem pela leitura e isso faz obter o seu wi-fi muito desejado se a resposta for correta!

O destino final é a experiência de navegar pela literatura, mas uma pequena caça ao tesouro em uma obra literária é uma ótima maneira de eles começarem.

E quem não gosta de caça ao tesouro?

A propósito, você já leu Anna Karenina?

Ou seja, para se conectarem a internet, os pequenos precisam ler um livro e desvendar o enigma da senha.

Se os pais tiverem bom senso na escolha de leituras, isso certamente pode funcionar.  Vamos tentar?

Editorial CONTI outra. Imagem de capa:  Haywiremedia/shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here