Em um telefonema com minha mãe, comentei com ela que ia sair com alguns amigos. Entre um riso e outro, disse a ela que estava ansiosa para encontrar com eles para tomarmos um café e batermos uma prosa. Como sempre fazemos. Entretanto, dentro dessa roda de amigos, um deles me chama atenção. Ela perguntou como estava meu coração. Disse a ela que meu coração estava batendo forte ao saber que encontraria essa pessoa.

Despretensiosamente, perguntei a ela como agir perto dele. Claro que era uma brincadeira, até por que, essa pessoa pela qual sou interessada é ciente dos meus sentimentos, os corresponde, e me conhece bem. Contudo, foi assim que recebi um dos conselhos mais sábios que uma filha poderia receber de sua mãe. Ela disse: “Seja você mesmo”.

Essa frase ecoou em minha mente durante alguns segundos. Ri, e disse a ela que havia caprichado.

Apesar do conselho ter sido maravilhoso, foi algo que sempre segui mesmo antes dela falar.

Desde quando percebi que meu coração batia de uma forma diferente quando tratava-se dele, procurei ser transparente.

Embora não seja perfeita, enxergo os sentimentos dele em seu olhar. Não adianta, quando a gente gosta de alguém, nosso semblante denúncia. E eu, que sempre fui péssima em guardar sentimentos, sorrio feito boba ao mergulhar em seus lindos olhos verdes.

O que quero dizer, é que não importa quanto tempo demore, alguém vai gostar de você exatamente do jeitinho que é. E você não precisará fingir ser quem não é para chamar atenção desse alguém. Ela enxergará beleza em você, e quando isso acontecer, não haverá desculpas, você conquistará a admiração desse alguém sem esforço algum.

Quando encontrar esse alguém, ela se apaixonará pelo seu sorriso, ou, pelo seu jeito de falar, ou talvez, pelo seu jeito de enxergar a vida. Não importa, quando essa pessoa cruzar sua estrada, algum atributo fará com ela se encante por você. Sabe porquê? Por que as coisas mais lindas acontecem quando não as espera acontecer.
Não há nada mais belo que apaixonar-se por alguém autêntico.

Imagem de capa: Rawpixel.com, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Larissa Dias
Estudante de jornalismo, radialista por amor, escritora nas horas vagas. Adora dar boas risadas, costuma passar os domingos de pijama assistindo filmes e séries. Apesar de não curtir baladas, é incapaz de recusar uma rodinha de violão, e para pra cantar junto. Mesmo desafinada, garante que é simplicidade em pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here