Imagem de capa:  Yuganov Konstantin/Shutterstock

Na noite de natal, quando todas as luzes se apagarem e apenas a bruma cintilante das velas se fizer presente, deixe os pedidos de lado e simplesmente agradeça.

Não fale nada, permita que os pensamentos lhe conduzam pela estrada de bênçãos que você acumulou e esvazie seu coração de sentimentos que não têm razão de seguir adiante.

Mantenha os nós dos dedos atados àqueles que compartilham o tempo presente ao seu lado e faça um brinde à presença desses afetos em sua vida. Eles são parte daquilo que você se tornou, e isso é o bastante para sentir seu coração vibrar. Nem todo mundo tem a sorte de estar cercado de amor…

Seus planos, suas conquistas, os desafios vencidos e a sorte acumulada são frutos do seu esforço, mas também fazem parte da história daqueles que lhe querem bem. Seja grato. Deixe-se pegar pela mão e compartilhe suas vitórias com carinho e gentileza.

Agradeça sua saúde e o tempo que acalma todas as feridas. Nem toda dor é fácil de entender, mas é preciso acreditar que ela tem uma razão de existir. Entregue, com gratidão, seus revezes nas mãos de Deus. Ele sabe porque permitiu cada tombo que você levou, e esteve ao seu lado mesmo quando você não precisou.

Seja grato pelo seu trabalho. Mais que um ofício que lhe garante alguma renda no fim do mês, ele é fruto de uma das maiores escolhas que você fez. Tolere as dificuldades, drible os desafios, suporte com carinho o desgaste físico. Faça o seu melhor e pratique cada ação com amor. O retorno nem sempre é imediato, mas ele chega mais cedo ou mais tarde, só não perca a fé nem desista dos castelos que você construiu.

Agradeça por seus sonhos, pela capacidade de ousar e querer mais da vida e de você. Batalhe pela alegria e perdoe as miudezas que minam a auto estima e a vocação para a felicidade.

Seja grato em abundância, e se tiver algo a pedir, peça junto tolerância. Pois é preciso suportar as diferenças e o tempo de cada coisa. Ter paciência com o vazio, com as feridas abertas e com a falta de respostas.

Muita gente se despede de 2016 sofrendo (não nos esqueçamos de Aleppo e Yemen…) e em silêncio oremos por eles. Que haja um novo sol, uma nova manhã, uma nova esperança. Que haja acolhimento e restauração. Tolerância e perdão. E que, apesar de não entendermos a dor, possamos entregá-la nas mãos do Criador. E enfim sermos gratos por isso também… Feliz Natal!

Para adquirir o livro “A Soma de Todos os Afetos”, de Fabíola Simões, clique aqui: “Livro A Soma de todos os Afetos”

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Fabíola Simões é dentista, mãe, influenciadora digital, youtuber e escritora – não necessariamente nessa ordem. Tem 4 livros publicados; um canal no Youtube onde dá dicas de filmes, séries e livros; e esse site, onde, juntamente com outros colunistas, publica textos semanalmente. Casada e mãe de um adolescente, trabalha há mais de 20 anos como Endodontista num Centro de Saúde em Campinas e, nas horas vagas, gosta de maratonar séries (Sex and the City, Gilmore Girls e The Office estão entre suas preferidas); beber vinho tinto; ler um bom livro e estar entre as pessoas que ama.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui