Eu sei que seu coração diz uma coisa e sua mente outra. Sei também que todas as vezes que você fugiu foi por não saber lidar com a presença dela, com o jeito que ela te olhava e com as coisas que ela lhe dizia.

Mas ela não entende suas inconstâncias. Não sabe que mexe tanto com você e por isso não aceita seu silêncio. Ela acostumou-se a ser transparente e você é um enigma. Ela pensou estar ao seu lado mas você fez tudo para afastá-la.

Ela sofre, mas você sofre mais. Olhe para você. Você não sabe conviver com os castelos que lhe foram prometidos, e prefere se refugiar nos destroços. Quando a felicidade lhe alcança, você fecha a porta.

Ela lhe quis muito, mas agora se cansou. Pode ser que algum dia vocês se encontrem e com mais maturidade você diga o que sentiu. Que fugir não era uma escolha, e sim uma forma de sobreviver. E que você a amou muito, mas precisou partir para não morrer…

Para adquirir o livro “A Soma de Todos os Afetos”, de Fabíola Simões, clique aqui: “Livro A Soma de todos os Afetos”

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Fabíola Simões
Escritora mineira de hábitos simples, é colecionadora de diários, álbuns de fotografia e cartas escritas à mão. Tem memória seletiva, adora dedicatórias em livros, curte marchinhas de carnaval antigas e lamenta não ter tido chance de ir a um show de Renato Russo. Casada há dezessete anos e mãe de um menino que está crescendo rápido demais, Fabíola gosta de café sem açúcar, doce de leite com queijo e livros com frases que merecem ser sublinhadas. “Anos incríveis” está entre suas séries preferidas, e acredita que mais vale uma toalha de mesa repleta de manchas após uma noite feliz do que guardanapos imaculadamente alvejados guardados no fundo de uma gaveta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here