Desejar ser feliz acima de tudo não é egoísmo, é amor próprio.

Você merece ser feliz, acredite. E não deixe que ninguém diga o contrário. A felicidade vem sempre de dentro e transborda naquilo que somos ou, pretendemos ser. A gente nunca é. A gente está. Hoje estamos felizes, amanhã talvez não. E se repete. Repete. E esse é um ciclo contínuo em que nos encontramos. Ninguém do nosso cotidiano pode impedir essa engrenagem que nos movimenta, apesar de tentarem vez ou outra. A partir do momento em que isso fica claro, tomamos as rédeas da nossa vida e das nossas prioridades. Aprender a dizer não é importantíssimo para a nossa felicidade. Deixar o medo de lado e dizer sim para as oportunidades é tão importante quanto. Parar para respirar naqueles dias puxados, escolher ficar em casa no sábado a noite, abstrair do mundo externo e focar no interno é mais que uma escolha, é necessidade: as suas. Desejar ser feliz acima de tudo não é egoísmo, é amor próprio. Se todos entendessem que, apesar da existência da linha tênue que separa o egocentrismo do amor próprio, para ser feliz, precisamos pensar primeiro na gente. Sempre.

Imagem de capa: Svitlana Sokolova, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Luverlandio Silva

Nasceu no Piauí e cresceu em São Paulo, mora atualmente em Santo André – SP. Apaixonado pela área de exatas, mas tem o coração nas artes e escrita; trabalha e defende o meio ambiente e, as causas naturais: sentimentos; afetos; amor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here