Cara, eu espero que você esteja certo dessa decisão…

Cara, sinceramente, espero que você esteja certo dessa decisão de hoje. Espero que saiba que, a partir de agora, as coisas não serão fáceis. Os dias ficarão maiores, as noites intermináveis e a rotina uma prova de sobrevivência.

Espero que a sua teoria de que “ela não fará falta” esteja certa, porque se estiver errada, a saudade irá enlouquece-lo, com doses cavalares de arrependimento. Na verdade, a saudade é um mortífero em doses homeopáticas e adora torturar quem ousa desafiá-la.

Eu, sinceramente, espero que você não se arrependa de deixá-la partir. Porque você não terá uma outra chance e as lembranças virão como juízes te lembrando o quão otário foi deixando a sorte escapar pelas mãos.

A vida fará questão de te lembrar de quem ela era, do quanto era amado, respeitado, cuidado. Lembrará você dos dramas que ela aguentava para te agradar, das desculpas que aceitava para manter a relação e das traições que fingia não saber para não perder você.
Sinceramente, eu espero que você esteja certo dessa decisão.

Cara, você deveria ter aprendido que, antes de entrar (ou sair) da vida de uma mulher, nenhuma mulher é igual e que todas sabem, exatamente, o que querem.

Mulheres de verdade não gostam de segundas chances, porque sabem que os verdadeiros homens valorizam as primeiras que lhes são dadas. São independentes, objetivas e inteligentes o suficiente para saberem quando uma relação não é para elas.

Odeiam ouvir “qualquer coisa te ligo”, “e aí sumida” ou “não estou pronto para um relacionamento”. Mulheres de verdade trocam qualquer meia dúzia de desculpas por uma mudança de comportamento. E, você, tinha uma dessas na sua vida, mas, preferiu a vida de boêmio e bonvivant.

Bom, temos o livre arbítrio, não é? E você utilizou o seu agora. Eu só espero que você saiba o que está fazendo e que, ao encontrar ela com quem a mereça, seu coração não sangre e sua vontade de ir atrás não grite. Porque, a coisa mais triste é ver que o amor da nossa vida, se tornou o amor da vida de outra pessoa.

Na dor, você vai saber o que é solidão, o que é sorrir querendo chorar e ter que fingir que esqueceu amando mais que a própria vida.

Cara, sinceramente, espero que você esteja certo dessa decisão. Te desejo sorte, porque acredite, irá precisar.

Imagem de capa: Pair Srinrat, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Pamela Camocardi

A literatura vista por vários ângulos e apresentada de forma bem diferente.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here