Eu sou intensa

Imagem de capa: file404, Shutterstock

A minha vida inteira eu sempre fui intensa em tudo. Relacionamentos entre amigos, namorado. Ser intensa já me custou noites em claro, acordando de madrugada enquanto a cabeça não parava. Porém, ser intensa já me proporcionou o outro lado da moeda, momentos incríveis e com pessoas que naquele momento também eram incríveis.

Ser intensa é ir atrás do que quer, não importando as circunstâncias. Ser intensa é dar a cara pra bater não importando a dor. O problema é que quase ninguém está preparado para nós, os intensos. A gente quer pra ontem e embarcamos nos mais profundo dos sentimentos. Amamos com a alma, colorimos o cinza e trazemos um mar de agitação para a vida das pessoas.

Se a gente quer, a gente tenta. Vamos atrás, escrevemos textões românticos feito para a pessoa amada, falamos verdades em cima de verdades, demonstramos qualquer mínimo de sentimento. Não espera menos de uma pessoa intensa, porque não vai ter. Somos profundos.

Porém, a gente parece sofrer o dobro. É porque não amamos pela metade, amamos por inteiro. E quem hoje em dia ama assim, né? Só que ser intenso é também ter força pra levantar de uma queda e viver tudo de novo. Incrível a força que nos rege. Temos esperança no amor e acreditamos nele.
Sabemos que se não der certo hoje, amanhã vai dar.

A gente se doa, sofremos, levantamos e vivemos de novo.

Ser intensa é problema? Depende. Eu prefiro viver com a certeza que tenho capacidade de amar, do que viver sendo apática aos sentimentos mais lindos e profundos.

Então se é problema, eu tenho dos mais sérios.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Déborah Izy
Taurina, cerveja, ler, escrever, barzinhos, cinema, séries, filmes, super heróis, e amante da vida, acredito fielmente no amor. Gerencio a página em meu nome no Facebook: Déborah Izy. Espero que gostem e se identifiquem.

6 COMENTÁRIOS

  1. Depende de como a pessoa vive essa intensidade, tem pessoas que são intensas e inconsequentes e traz realmente o mar de problemas pra vida de outra pessoa, vivem intensamente e sem a menor resposabiladae, a de se saber de que quando entramos na vida de outros também somos responsáveis pelas mudanças que causamos sejam boas ou ruins..

  2. Me identifiquei totalmente!!!Foi como se estivesse falando sobre mim…ai vi…é uma taurina…e não faz questão de fingir ser fria como muitas taurinas fazem…amei o texto…enfim uma taurina como eu…já não me sinto tão estranha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here