Terminar bem um relacionamento passado é o melhor ponto de partida para uma nova relação

Imagem de capa: DSerov, Shutterstock

Iniciar um relacionamento é começar um novo capítulo no livro da sua vida. Isso implica aprender as lições dos capítulos anteriores para aproveitar ao máximo a nova leitura. No entanto, não podemos ficar presos aos capítulos anteriores, como quem mantém o freio de mão puxado, por medo “do que pode acontecer”.

Às vezes nos deparamos com problemas muito comuns ao iniciar um novo relacionamento. Dependendo de como foram os relacionamento anteriores, nos tornamos “mais ou menos” cautelosos: tateamos no escuro da incerteza deste novo desafio que a vida nos apresenta.

Longe de ser um ato espontâneo e natural, apaixonar-se se transforma em uma profissão arriscada. O medo nos agarra com sua mão forte, sussurra nos nossos ouvidos os riscos futuros relacionados com problemas do passado, e paralisa a espontaneidade e o prazer. Os afasta e os relega para um segundo plano de uma maneira totalmente injusta para nós e para a pessoa que surgiu na nossa vida.

Antes de começar um novo capítulo, aprenda com o relacionamento anterior

A espontaneidade, a alegria e a paz de espírito são muitas vezes esquecidas na busca por uma vida melhor, esperando para serem recolhidas do lugar onde as colocamos. Por quê? Talvez por um medo terrível de repetir os erros anteriores: medo de escolher errado, de não saber prever ou interpretar os sinais corretamente.

Portanto, devemos dar um tempo para que o passado se refaça (na medida do possível), para filtrar todo o aprendizado e as lições que ele nos proporcionou. Quando emendamos um relacionamento no outro, não estamos dando esse tempo de repouso que o nosso coração precisa para selecionar e compreender as experiências que viveu.

“Aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo”
– George Santayana –

Precisamos dar esse tempo, especialmente nos casos em que a relação passada foi tóxica e prejudicial para nós. Precisamos ser capazes de encontrar um espaço no tempo para entender o que esse relacionamento queria nos ensinar. Culpar o outro pela nossa responsabilidade nunca ajuda. Por isso, é muito importante conversar com nós mesmos com honestidade e de forma sincera.

Quando aprendemos as lições do passado, escolhemos melhor

Quando aprendemos as lições do passado, os capítulos seguintes fluem livremente e sem muitos problemas. Dessa forma, as pessoas aparecem na nossa vida de uma forma mais natural e menos forçada. Quando o coração está tranquilo e aprendeu as lições do passado, está disposto a embarcar em uma nova aventura de forma saudável e livre.

“Deveríamos usar o passado como um trampolim, e não como sofá”.
-Harold MacMillan –

Os erros do passado nos ajudarão a saber como escolher uma nova pessoa. É claro que não quereremos passar novamente por tudo o que nos fez sofrer. Portanto, é muito importante refletir sobre a nossa responsabilidade por tudo que temos vivido. Quais foram as feridas que nos fizeram escolher determinadas pessoas e não outras?

A incerteza faz parte da vida, ela não pode nos paralisar

A partir desse lugar limpo, puro e saudável, podemos escolher melhor o nosso novo parceiro, sem dependências ou carências. Se o meu “eu” completo e saudável escolher, ele escolherá alguém que me fortaleça, que traga luz e paz com a sua presença.

Aprender as lições do passado é crucial para “seguir adiante” no caminho da nossa vida. A incerteza sobre se tudo vai dar certo ou não é algo que temos que assumir como parte da nossa existência. No entanto, um “eu” mais sábio saberá escolher, e tudo será menos doloroso.

É preciso ter cuidado e um certo respeito com o que vem pela frente, mas também precisamos dar espaço para que a vida nos surpreenda com os seus imprevistos. Portanto, feche os capítulos anteriores, aprenda as suas lições e comece um novo capítulo com entusiasmo e dedicação. Só então você poderá receber “tudo de bom” que está chegando.

Fonte indicada: A Mente é Maravilhosa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here