Que você tenha paciência…

Imagem de capa: Seksun Guntanid/shutterstock

Paciência! É o que eu te peço, é o que eu me peço. Todos os dias, em todas as horas que o coração aperta e o corpo treme. Algumas coisas acontecem de repente, mais rápido do que o esperado, é verdade… Mas outras precisam de tempo. Cautela. E isso pode devastar na mesma medida em que pode acalentar.

Porque tem coisa que não depende mesmo da gente. Por mais que façamos nossa parte, existem situações que só chegam até nós, na hora certa. No momento exato. E isso, infelizmente ou felizmente, não somos nós quem determinamos. Nada tem a ver com comodismo, é só algo natural do fluxo da vida, dos dias, do percurso. A gente tenta, busca, luta, sua, chora, fraqueja…mas tem que ter paciência para ver o que se deseja, concretizar-se.

Então, por favor, não se culpe ou desespere. Não queira ter o controle de tudo que acontece em sua vida. Busque viver mais e esperar menos. E esperar menos não quer dizer desesperançar, jamais. Precisamos de esperança para levantar da cama todos os dias e encarar o mundo lá fora. Para enfrentar as dificuldades e dores que não podemos desviar ou fingir que não existem. E é exatamente por isso que te desejo paciência. Para a calma chegar, o furacão passar, a ferida cicatrizar, o que foi quebrado ser restaurado. Desejo que você consiga, mesmo quando tudo pesar, olhar com leveza para o que acontece contigo. E mesmo que pareça impossível, desejo que você tenha pelo menos jogo de cintura para saber que, é preciso paciência, pois, como diz a linda canção fiat lux da banda 5 à seco, “o céu não deve desabar do nada”. E não vai!

Então, meu amigo, paciência… é isso que continuo desejando para você, é isso que precisamos. Que o caminho valha a pena, que façamos valer a pena. E quando o momento certo da coisa certa, finalmente, chegar, que estejamos preparados para receber e reconhecer de braços e coração aberto aquilo que é nosso por merecimento.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Ana Luiza Santana

“Estudante de psicologia, nascida no Pernambuco, mas escolhida pela Bahia(amo). Intensa por naturalidade e louca por amor. Completamente apaixonada por abraços apertados, sorrisos e pessoas de aura leve e energia positiva.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here