O amor que eu quase tive

Imagem de capa: Aleshyn_Andrei, Shutterstock

Foi por um triz, nunca estive tão perto de tudo o que eu havia sonhado pra mim. Mas, de repente, um grande baque me fez acordar e voltar para a realidade e você não fazia mais parte dela, nem de mim. A lacuna que você deixou ainda está vazia, ela é do seu tamanho, não cabe ninguém que não seja você. Eu ainda não entendi nada do que aconteceu, nem sei se quero, se vale a pena. Acho que me apoiei na ilusão que você me ajudou a construir e, agora, que você se foi, ela desmoronou fazendo um grande estrago dentro de mim. Estou tentando juntar os destroços do meu coração, mas dói muito colar cada pedaço sabendo que o maior deles está com você.

Tudo isso é muito confuso, eu sei. Acho que, talvez, esse tenha sido o motivo de eu gostar tanto de você. Seu jeito abstrato, misterioso, cheio de incertezas e dúvidas, não gostava de nada pronto, programado, teorizado. Você gostava de desconstruir, descomplicar, descobrir e acho que foi isso que chamou sua atenção em mim. Você sempre quis saber por que eu era meio do contra, estranha e fora dos padrões. E teve grande êxito na investigação, em pouco tempo você sabia mais sobre mim do que muitos que me conhecem a vida inteira. Eu também não fiquei muito atrás, descobri seus medos, seus segredos, seu avesso, sei de cor os seus defeitos e ainda me lembro do meu favorito, aquela sua modéstia tímida quando era elogiado. Eu te achava incrível e fazia questão que você soubesse disso.

Me lembro de como eu me descobri por que você me apresentou a um eu que eu ainda não havia encontrado. Você me apresentou à melhor versão de mim, segurou forte minha mão, me mostrou outros horizontes, que após um sempre haveria outro e que não tem fim, assim como o que eu sinto por ti. Não sei se quero continuar correndo atrás deles sem você, isso não fazia parte do plano, na verdade, eu nunca tive um, até você aparecer e mudar tudo. Às vezes, penso que preferia não ter te conhecido, mas se isso tivesse acontecido, talvez, essa minha versão melhorada ainda estaria perdida por aí e eu não a conheceria, não seria quem sou agora.

Apesar da ferida estar exposta e demorando cicatrizar, esse alguém que você me ajudou a encontrar, é bem melhor que aquele antes de você aparecer e, com certeza, mais forte. Fiquei surpresa por você querer fazer parte da minha história e não entendi por que você quis sair, você sequer disse a razão. Mas não precisa, se você está bem dessa forma é melhor que seja assim. E quanto a mim, não se preocupe comigo. Como você sempre jogou na minha cara, eu sempre tenho um jeitinho pra tudo, daqui a pouco eu arranjo um pra isso também.

Aos poucos, vou me reerguendo e o tempo vai se encarregar de diminuir um pouco dessa saudade imensa do amor que eu quase tive. Sua pequena amostra, só permitiu sentir um pouco do perfume que eu queria sentir pra sempre…

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Rachel dos Santos
Paulistana, porém mineira de coração. Viciada em música e sorvete, adora filosofar no facebook e compor canções que guarda a sete chaves. Estudante de jornalismo , pretende construir um mundo mais bonito por meio de seus escritos. Acredita que a simplicidade é a chave que abre a porta da felicidade. Sempre usa reticências no final das frases porque sente que sempre há um pouco mais a se dizer...

7 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here