Se alguém foi embora, é porque alguém melhor vai chegar.

Imagem de capa: Max kegfire, Shutterstock

Não espere me perder…

Pegar, todo mundo pega. As pessoas perdem oportunidades incríveis por desculpas esfarrapadas. Um sorriso, uma mensagem, uma curtida ou um breve olhar, significa hoje em dia uma atração fatal. Não é preciso grandes sacrifícios ou esforços para conquistar aquele alguém que você está afim. As pessoas estão se tornando cada vez mais fáceis. No sentido pejorativo da palavra, claro… A facilidade no contato íntimo e direto está interferindo nitidamente na durabilidade dos atuais relacionamentos. Já não é mais preciso seguir padrões, mirar com cuidado o alvo ou agradar os próprios gostos. O pouco oferecido por muitos é o bastante para ajudar qualquer bebida alcoólica a manter aquecidos os corações solitários. Eu quero ver segurar. Seja de noite, durante o dia ou de tarde com um lindo pôr-do-sol inspirador. Tanto faz estar na balada ou em um barzinho com som ambiente. As pessoas parecem disputar por aquela flecha escolhida a dedo por um cupido. E com tanta concorrência em meio à crise do mercado, o jeito acaba sendo aceitar o que cair na teia.

A solução é separar as coisas que tem valor na sua vida, das que tem apenas preço. Pode parecer improvável, mas uma coisa é certa: cada um sabe exatamente quem escolheu para estar ao seu lado. O problema é que ninguém acredita que um dia vai perder. Pequenos erros aqui, mancadas imperceptíveis ali. Coisas que parecem simples de se resolver que quando deixamos passar despercebido, tornam-se uma grande bola de neve.

É quem faz por merecer, que merece ter…

Saiba que eu também já quebrei muito a cara apostando as fichas em quem não deveria. Eu também já desejei o fulano, mesmo que eu já tenha me envolvido com o ciclano. Eu já beijei mais de uma pessoa na mesma festa. Já dei altos perdidos em pessoas pegajosas no primeiro encontro. Eu já bebi muito para esquecer, mas acabei lembrando mais. Eu já fiquei sem comer, sem dormir e sem sair por decepções amorosas. Eu já terminei o que nem chegou a começar. E também já depositei todas as minhas expectativas em quem nunca me quis bem.

Eu também compreendo que as pessoas estão receosas para se entregarem. Mas ninguém perde por dar amor, perde quem não sabe receber. Depois de cair sete vezes e levantar oito, aprendemos o valor dos momentos. Agarramos o que realmente importa, e deixamos escapar o que de nada agrega. Em uma bagagem seletiva, levaremos com a gente somente quem caminhar de mãos dadas rumo aos mesmos sonhos e objetivos que os nossos. Mas se ainda assim você quiser seguir com a sua cabeça dura e cheia de razões, de quem só sabe olhar o próprio umbigo e não se importa comigo, faz o seguinte: pegue a primeira à direita, siga reto e vai se foder.

Afinal, quando você sumiu, eu também senti saudade, você não imagina a ferida aberta que me causou. Eu chorei muito, senti uma dor sem tamanho e fui consolada por muitos que me queriam bem. Perdi o rumo, a direção e essa vontade louca de viver e ser feliz. Mas eu continuo aqui, sabe por quê? Para provar que ninguém morre com a falta de alguém. Agora você pega esse valor tardio que descobriu, e cura com todas as indiferenças que me ofereceu quando estávamos juntos. Tudo o que eu sentia por você, outra pessoa está recebendo e retribuindo. Coisa que você não fez, então agora estou colocando um ponto final no que nunca deveria ter existido a primeira linha de história. Seria engraçado falar sobre você, se a realidade não fosse tão trágica…

Seja quem você deseja ter por perto. Valorize quem te valoriza.

Porque o resto, só te procura quando convém.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Jéssica Pellegrini
Nunca confie em uma escritora confusa e romântica. As controversas entre um texto de amor e outro de desilusão, podem causar questionamentos pessoais. Consequentemente, sequelas mais graves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here