Me abrace forte ou então me solte pra sempre

Imagem de capa: Lumen Photos, Shutterstock

Eu não posso, não consigo mais. Não posso um dia ter certeza que você me ama e no outro achar que não sente nada. Não posso viver à sombra de um pesadelo de que qualquer dia vai me dizer que realmente eu estava certa e que não devemos ficar juntos. Você já fez isso um dia, porque não faria de novo?

Você não entende. Já vivi um bocado de coisas, decepções amorosas, fracassos sentimentais, coração costurado e cicatrizes visíveis, a ansiedade e insegurança fazem parte de mim. Você pode até achar que sou louca, ou neurótica, mas bem que poderia ajudar a minimizar os meus medos.

Como? Já te dei tantas indiretas, tantas dicas… Cara, eu sou completamente apaixonada por ti. Tenho planos, penso no futuro, você já conhece minha família e eu a sua, involuntariamente você já está enraizado na minha vida, no meu dia-a-dia. Da minha parte garanto que faço o melhor que posso, te dou carinho, te cuido, penso em você e sinto muito a sua falta quando não estamos juntos.

E da sua parte? Já parou pra pensar em como está essa reciprocidade? Se mando mensagem dizendo que estou com saudade, a resposta vem em tom de brincadeira. Se te convido pra sair, você responde que está ocupado com outras coisas. Uma mensagem de bom dia não vem, a de boa noite tampouco.

Será que pensa em mim durante o seu dia? Estamos juntos ou não? Quando estamos te sinto tão próximo, me sinto protegida, abraçada, feliz, plena. Nosso beijo é fantástico, o sexo e a química que temos juntos é indescritível.

Só que acredito que quem gosta quer estar junto, quer cuidar (nem que seja de longe). Quem ama cuida, quem cuida, protege. E quando estamos afastados, cada um com suas rotinas e atividades, fico literalmente “a ver navios”. Não sei de você, não me deixa participar da sua vida, me mantém afastada.

Não quero que você seja um grude, me mande mensagem a todo instante, ou queira se mudar pra minha casa. Não. Só quero atenção. Só quero me sentir sua NAMORADA. Afinal, sou ou não sou?

Não sou mais nenhuma adolescente que vive o hoje e o amanhã que se exploda. Eu penso no amanhã, eu penso no depois do amanhã. Estou investindo na nossa relação, estou acreditando que vai dar certo. Me esforço todos os dias para isso. Não tenho mais idade pra viver de ilusão, não vou deixar que ninguém me faça de marionete e use meus sentimentos a seu bel-prazer.

Eu quero ficar junto, eu quero te ter por perto.

Então, por favor, me abrace forte ou me solte pra sempre.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Raquel Lopes
Gaúcha, engenheira de alimentos por profissão, escritora nas horas vagas. Capricorniana que ao contrário do que diz a astrologia, não tem um coração gelado, mas sim feito de manteiga. Apaixonada por cervejas artesanais, viajar, cozinhar e ir para a academia. Em matéria de amor já faltei aula, já fiquei em recuperação, já repeti o ano e também já fui aprovada com louvor. Acredito que o amor é o que move o mundo e através dele é que a gente evolui. Posso ter quebrado a cara algumas vezes, mas em todas elas eu me refiz. Uma definição de mim mesma? Fui e continuarei sendo uma romântica incurável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here