Uma hora a gente cansa

Uma hora a gente hora cansa.

A gente cansa de querer ser o melhor. Cansa de se cobrar demais.

A gente cansa da rotina de encher a cara de maquiagem e ter que viver o ciclo de ter tirar tudo na hora de dormir, ou quem sabe no outro dia.

Nos cansamos de chegar com bolhas nos pés por causa do salto impecável.

Tentamos disfarçar um sorriso amarelo nas festas de fim de ano, quando na verdade não estamos satisfeitos com a realidade.

A gente cansa de hipocrisia, falsidade e ficamos ainda pior se nos encaixamos em algum desses adjetivos.

Brigamos com meio mundo, sem saber que não ganharemos prêmio algum. O desgaste derrotará você antes que perceba.

Aprendemos a dizer sim pra qualquer coisa e esquecemos que aprender a dizer não, é libertador.

Uma hora a gente perde a força por tentar todos os dias, carregar o mundo nas costas.

Pesquisamos sobre como aliviar a tensão, e só nos deparamos com indicações tarja preta.

A gente cansa de procurar amor onde não tem e só aí percebemos que ele é o único remédio que alivia as dores deste mundo tão vazio de verdade e sentimentos puros.

Vivemos incansavelmente numa busca insana por realizações pessoais, quando na verdade demoramos a perceber que quem é realmente feliz sabe ser assim com o que tem, seja muito ou pouco.

A gente cansa de pessoas vazias, de mesquinharias, corrupção de qualquer forma e da falta de amor ao próximo.

Nos decepcionamos ao perceber que um simples “bom dia”, é dificultoso para a maioria das pessoas dizerem.

Percebemos que muitas vezes o que mais queríamos era um abraço junto com um “vai ficar tudo bem”.

Ficamos desolados quando alguém joga água no nosso choop quando você acreditava que era amor.

Não se preocupe. Um dia, eu também me cansei, mas aprendi a não me cobrar demais.

O relógio da vida não para e é preciso que você se acostume e viva em harmonia com isso.

Quando se sentir cansada, respire fundo e peça luz interna, pois pra que a gente possa sair de algumas escuridões, só iluminando o coração pra conseguir enxergar.

Não se cobre demais. Somos perfeitos em nossas perfeições. Seres únicos em eterna evolução.

Dê adeus ao que te cansa e busque serenidade. Sei que na prática, não é tão simples assim, mas acreditando e cuidando do seu interior, tudo fluirá melhor.

A gente cansa, eu sei. Nessa hora, ouça o silêncio e sinta a vida pulsar dentro de você. Deste mundo, nada levamos. Respire fundo e siga adiante com a graça e a leveza de ser quem você é, sem precisar ser outro alguém, não precisando agradar ninguém.

No fim, só nos resta o que construímos ao longo de nossa caminhada. A maneira que lidamos com o mundo, determina a vida que teremos.

Seja leve, que o universo retribui.

Para adquirir o livro de Flávio Jonatan, clique aqui em “Do amor e outras coisas”.

COMPARTILHAR
Flávio Jonatan
Olá. Meu nome é Flávio Jonatan, sou um pisciano intenso com tudo que faço e me relaciono, e acima de qualquer coisa, acredita no poder do amor e qualquer outro sentimento afetivo positivo. Servidor público pelo estado de Minas Gerais, sou apaixonado pelo universo feminino, futebol, vinhos, cervejas e roda de amigos. Viagem comigo por vários sentimentos e lugares ocultos dentro de ti.



DEIXE UMA RESPOSTA