Cadê o homem da minha vida?

Por Gabriel Capeletti

Um certo dia uma amiga me questionou:

“Gabi, cadê o homem da minha vida?”

Saiba que eu gostaria de encontrar uma mulher que não estivesse apaixonada por um homem que olha nos seus olhos e mente. Que diz para todas “você é única” ou vive a mesma história com diferentes mulheres.

Queria encontrar uma mulher que não estivesse amando um homem que diz se importar só para levá-la para a cama e tirar proveito da sua carência ou então, que depois do sexo se transforme em outro.

Como eu gostaria de encontrar uma mulher que não fosse caidinha por um homem idiota que a trata como lixo e mesmo assim corre atrás como se não existissem outros melhores.

Até quando eu verei mulheres apaixonadas por crianças que usam barba como um símbolo de masculinidade, que acham que a idade trás maturação ou que podem mudar a vida de pessoas que adoram a promiscuidade?

Eu juro, que eu gostaria de encontrar uma mulher que não estivesse apaixonada por caras que pedem um tempo, que deixam você sozinha sábado a noite, por que estão “cansados”, mas na realidade estão “caçando”.

Eu queria encontrar uma mulher, que no final dessas palavras simples, mas de coração, que estivesse cansada de ser tratada como mais uma, saísse da inércia, fosse refazer a maquiagem e estivesse disposta a tudo de novo, que encontrasse seu coração, que unisse os pedaços que tem e se apaixonasse de novo.

Se apaixonasse por um homem de real valia, um homem que tenha orgulho de dizer “eu finalmente encontrei você”, que fosse seu amor, seu amante, seu amigo, seu cúmplice, um homem que será seu menino, mas também seu refúgio. Um homem que pense em casamento, que imagine sua emoção quando dirá “você é quem eu sempre procurei meu amor”.

Eu desejo que você encontre um homem que saiba que a busca finalmente chegou ao fim, mas a caminhada, está apenas no começo, pois como sempre digo, o real valor da vida começa quando encontramos alguém para que possamos trilhar nossos sonhos de mãos dadas.

Fonte: Vida em Equilíbrio

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA