A sacanagem de não saber esquecer

Hoje (não meramente-novamente por acaso) recebo um e-mail: Flávio, meu amor não me ama mais. Fui trocada. O que faço? Eu respondi: Não sou perito em conselhos, mas arrisco te dizer que..

Não importa o quanto você queira ser forte. Não importa o quanto você acha que domina uma situação. Se você gosta, não adianta tentar se blindar. O sentimento inunda, transborda e faz moradia certa no coração.

Não vai interessar se você se abriu sem saber pra quem estava se abrindo. O que interessa é que você fez isso intenso da sua forma.

Não adianta tentar mudar o que sente. Pra ser mais indiferente, quem sabe nascendo de novo com um coração de pedra e frio como gelo, resolva.

A escolha foi sua. Sei que é foda saber que não tem a receita do inverso. Seria fácil se algo nos fizesse esquecer de vários momentos em uma só noite.

Não te culpe por querer leveza ao invés de tempestade. Não é o outro nem você que são ruins. Apenas não foi dessa vez que deu certo pra sempre. Isso também não quer dizer que não foi bom.

O universo tem disso. Não existe receita óbvia pra um sentimento surgir dentro de nós. Admito e concordo que é uma puta sacanagem não nos ensinar a esquecer cheiros, beijos e olhares.

Faça o seguinte. Ficar aí de lamúria não vai resolver. Coloque o salto que mais gosta (ou pode até ser aquela rasteirinha que ganhou da tia no último natal) e saia nesse frio. Sinta o vento gelado no rosto, peça um drink e mande colocar no débito a tua conta. Afinal, você tem crédito no banco da vida e ainda lhe resta um tempo bom pra ser feliz dia após dia.

Haaa, não se esqueça. Se o amor bater na porta de novo, não tenha medo de abrir. O novo não tem culpa do velho. Teu passado não pode ser maior que teu presente e muito menos mais importante do que será teu futuro merecido por ter um coração sereno e alma leve.

Daqui há dois meses te vejo no lançamento do meu livro. Só te exijo uma coisa: Só vá se for com esse sorriso no rosto. Você fica muito bem nele.

Para adquirir o livro de Flávio Jonatan, clique aqui em “Do amor e outras coisas”

COMPARTILHAR
Flávio Jonatan
Olá. Meu nome é Flávio Jonatan, sou um pisciano intenso com tudo que faço e me relaciono, e acima de qualquer coisa, acredita no poder do amor e qualquer outro sentimento afetivo positivo. Servidor público pelo estado de Minas Gerais, sou apaixonado pelo universo feminino, futebol, vinhos, cervejas e roda de amigos. Viagem comigo por vários sentimentos e lugares ocultos dentro de ti.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA