Não sufoque o seu coração

Nem todos os amores são feitos para durar. Eu diria que existem tipos diferentes de amores. Existem amores que são intensos, como um flash de luz e outros mais serenos como uma tarde de sol cálida e serena. Todos são amores, nem melhores, nem piores.

Acontece que inventaram que amor bom é amor que fica. E os amores que passaram como uma breve estação de outono não são bem compreendidos pela nossa razão.

Então a gente fala pro nosso coração engolir o choro e esquecer do amor que não ficou. Tratamos duramente nossas emoções e fingimos esquecer. Fingimos que a saudade do amor desfeito não está ali. Fingimos que não lembramos das coisas boas que o amor nos ensinou. Fingimos que não nos importamos mais com aquele ao qual deitamos um dia palavras e gestos carinhosos. Passamos por cima do nosso coração e forçadamente estampamos um sorriso no rosto, como se tudo estivesse maravilhosamente bem depois do fim de uma relação.

Um amor não substitui o outro. Cada pessoa tem uma forma única de amar e preencher nossa vida. Todo amor merece ser lembrado com carinho, todo amor merece ser respeitado. Que a gente se permita chorar a distância de alguém que amamos, que a gente se permita sentir saudades e pensar nessa pessoa com carinho. Que a gente se permita entender que o amor que se finda no tempo da vida não precisa morrer em nós.

Permita-se sentir a tristeza do fim de uma relação. Permita-se guardar aquele que um dia fez parte da sua vida com carinho em sua memória. Permita-se o silêncio para ouvir o seu coração soluçar. Permita-se um momento de solidão para entender como seu coração ficou depois desse amor. Permita-se a gratidão por ter vivido esse amor e deixe-o guardado no teu sentimento. Sem se odiar por isso, sem buscar razões que justifiquem o amor. O amor não tem justificativas.

Não se recrimine por qualquer amor. Ame aquele que partiu à sua maneira, em seus pensamentos e deixe o coração leve para seguir em frente. O coração é bonito em sua capacidade de amar e deixar-se amar. Ele é teimoso e sensível e sabe que a vida não nos reserva apenas um único amor, que a vida nos reserva um jardim de amores.

Permita-se amar aqueles que encantaram sua alma através do sentimento. Não deixe a razão petrificar o seu coração. Amor bom não é amor que dura pro mundo. Amor bom é amor que dura na gente.

Acompanhe a autora no Facebook pela sua comunidade Vanelli Doratioto – Alcova Moderna.

COMPARTILHAR
Vanelli Doratioto
Vanelli Doratioto é uma escritora paulista, amante de museus, livros e pinturas que se deixa encantar facilmente pelo que há de mais genuíno nas pessoas. Ela acredita que as palavras são mágicas, que através delas pode trazer pessoas, conceitos e lugares para bem pertinho do coração.



DEIXE UMA RESPOSTA