Antes de desistires de um amor, lê este texto!

Por Murillo Leal

Antes de desistir, esteja disposto ao máximo a amar. Antes de optar por abandonar um amor, tenha a certeza que prosseguiu com alguém tudo que podia andar. Amar é também ter coragem de insistir.

O amor verdadeiro não é aquele que parece ser mais o forte ou melhor, mas é justamente o que está com mais disposição a mudança e pronto para fazer as coisas acontecerem. O amor de sucesso é aquele que fica mais resistente quando sofre um golpe e não aquele que parece nunca desmoronar ladeira a baixo.

Muitas pessoas vão dizer que você não pode fazer a diferença onde o amor já faliu, mas a real é que quem diz isso, na verdade têm medo imenso de tentar. Não querem acreditar que duas pessoas, apesar das suas diferenças, podem conviver bem. O amor tem sim os seus enrosco, mas pode ser fácil quando quer.

Temos que aprender que o progresso só acontece quando estamos fora da zona de conforto. Depois de um tempo, mais maduros, nos arrependeremos não daquelas coisas que fizemos, mas das que passaram despercebidas ou as que poderíamos ter feito diferente.

Se você sente que tudo está ficando esquisto entre vocês, explore mais o amor simples. Sonhem juntos com aquilo que é importante. Descubra quais são os caminhos mais tranquilos de se fazer juntos e procurem andar nessa direção.

Desistir ou insistir? Abandonar ou novamente tentar?

Não é fácil lidar com um fracasso, mas é recomendável recomeçar sempre. Ser bem-sucedido em alguma coisa que não sente paz também não interessa. A maioria das nossas falhas acontece quando minimizamos o quanto já andamos na companhia de alguém e deixamos de valorizar os pequenos sucessos.

Se todos os casais aprendessem a olhar menos para o tamanho dos problemas e começássemos a olhar mais para o que podem fazer juntos para resolver ou minimizá-los, teríamos menos pessoas desistindo um do outro.

O mais importante é saber para onde se está indo

Se vocês não tiverem definido bem o que querem, provavelmente cairá em um plano qualquer. Muito do estresse que o casal é vítima, se dá exatamente por não pensar em como construir algo junto. Assim, procurar uma realização na companhia do outro é uma realidade que já não conseguimos viver.

A felicidade hoje está dependendo do dinheiro, do emprego, da estabilidade, dos objetivos pessoais. Quando percebemos que apesar de faltar algo, pertencemos um ao outro. A arte de viver com alguém está em eliminar os problemas, mas sim em crescer com eles. Não podemos esperar da felicidade que ela seja um local para atingir, mas uma maneira de não ficar parado. O amor não é recompensado pelo que vai conseguir adiante, mas é realmente na dedicação de fazer acontecer. Desistir sem amar, é desistir de si.

via Casal do Blog

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



7 COMENTÁRIOS

  1. “A arte de viver com alguém está em eliminar os problemas, mas sim em crescer com eles.”
    Acho que o correto seria:
    A arte de viver com alguém não está em eliminar os problemas, mas sim em crescer com eles.

  2. E se vc é seu esposo forem aquele “casal perfeito” sem brigas , sempre dispostos em agradar um ao outro em qualquer coisa e derrepente seu marido percebe que pode se interessar por outra pessoa e derrepente ele diz que já não sabe se te ama como antes e a única solução que vc vê é ser egocêntrica e pensar em si e sem saber o que fazer desistir só pra ele ser feliz?

    • As vezes, quando a gente ama uma pessoa, talvez a melhor opção é deixá-la partir e dar abertura para, quem sabe, um novo amor surgir em nossas vidas. E, desculpa falar mas, casal perfeito briga e briga muito! Já imaginou que o fato de você, não diria desistir, mas de permitir que ele siga o caminho dele, é tudo que falta para você ser feliz? As vezes coisas boas acabam para que coisas melhores ainda possam começar! 😉

      • Olá Ricardo. Concordo sim! Por isso gostaria que eu e ele concordassemos que o melhor a fazer é cada um seguir seu caminho. Mas uma vez que disse isso ele quis tentar novamente. Estou de mudança e vou sem ele . Não seu como tentar fazer o amor rolar de novo entendeu? Por isso vou partir.

  3. gostei muito em poucas linhas muita coisa ficou clara pra mim,terminei um relacionamento com muita dificuldade porque a pessoa não queria o fim ,amor de jeito algum uma pessoa q não tem profissão fixa e viu em mim a possibilidade de mante-lo em um bom ambiente ,bairro bom casa,roupa, cheguei a um ponto de baixa estima tão grande que deixei de cuidar de mim pra cuidar dos filhos do ex- casamento dele isso acarretou uso do limite bancario ,decidi então com o termino desse relacionamento desistir do amor;mais lendo se texto voce diz desistir do amor é desistir de si mesma é isso que vou pensar essa semana.

  4. A casos e casos… Pessoas que amam não desistem do amor e sim fã falta de amor do outro. Amar sozinho é abrir mão do amor próprio uma relação sempre será construída e mantida por dois. Quando só um se importa é porque o relacionamento não existe mais ou simplesmente nunca existiu.

DEIXE UMA RESPOSTA