Aprenda a identificar pessoas que possuem real falta de caráter

Por Josie Conti

O que é caráter?

Caráter é um conjunto de características e traços relativos à maneira de agir e de reagir de um indivíduo ou de um grupo. É um feitio moral. É a firmeza e coerência de atitudes.

O conjunto das qualidades e defeitos de uma pessoa é que vai determinar a sua conduta e a sua moralidade, o seu caráter. Os seus valores e firmeza moral definem a coerência das suas ações, do seu procedimento e comportamento.

O que é falha de caráter:

As falhas de caráter são características naturais do ser humano. Errar faz parte do desenvolvimento e é graças aos erros que muitas de nossas aprendizagens, e mesmo evolução como pessoas, acontece. A falha está relacionada com consciência e busca sincera por mudanças.

E o que é FALTA de caráter:

A falta de caráter é percebida quando, mesmo errando repetidamente com os outros, causando prejuízo a terceiros, e ferindo sentimentos através de manipulações e mentiras, a pessoa insiste no ato. A falta de caráter é característica de pessoas com baixa consciência moral, uma vez que essas pessoas não objetivam melhorar, pelo menos não sinceramente.

Alguns exemplos de FALTA de caráter:

Mentiras:

Todos nós mentimos, quer admitamos, quer não. As mentiras podem ser coisas banais do dia a dia, como dizer que vamos para casa, quando realmente não queremos sair com alguém. (nesse caso, até uma maneira de tentar abrandar um mal-estar), como podem ser mentiras mais graves, e que envolvem consequências importantes. Entretanto, como eu disse no começo, todos estamos sujeitos a um erro grave. A diferença entre uma mentira acontecer em uma pessoa normal (cheia de falhas, mas que tem consciência), e em uma pessoa com falta de caráter, será a repetição e a não correção do ato, mesmo após ter passado por situações delicadas com as mentiras anteriores. Uma, duas mentiras são aceitáveis. Entretanto, um mentiroso (a) frequente mostra sérios sinais de falta de caráter.

Traição:

Longe de ser um tópico moralista, a traição pode ser entendida como falta de caráter, quando também acontece recorrentemente em uma relação em que o pacto do casal é de fidelidade. A traição também deve ser lembrada nos contextos de sociedade, no trabalho e amizade, em que o raciocínio é o mesmo: quebra de acordos e confiança.

Dívidas:

Uma coisa é a pessoa passar por situações complexas e que impossibilitem o pagamento de suas contas, outra coisa é a má administração do dinheiro, o consumismo desnecessário  e o “comprar sem ter a intenção de pagar”. Um exemplo que deve ser observado são as pessoas que emprestam dinheiro de familiares e/ou amigos e não se veem na obrigação de pagar, aproveitando-se do vínculo afetivo existente. Mais uma vez, a falta e caráter será observada na frequência das ações.

Tratamento diferenciado:

O que motiva alguém a tratar bem algumas pessoas em detrimento de outras? O que pensar de alguém que só trata bem àqueles que têm dinheiro ou que podem lhe oferecer algo em troca? A arrogância, a hipocrisia e comportamento interesseiro também são, sem dúvidas, sinais de falta de caráter.

Manipulação:

Tentar convencer alguém a pensar ou fazer algo de maneira diferente são coisas completamente diferentes de manipular pessoas a fazerem coisas que elas, se estivessem em plena consciência de seus atos, talvez não fizessem. A manipulação é um comportamento egoísta, uma vez que tira o direito de escolha do outro, e mostra falta ou total ausência de consideração pelo outro. O manipulador sempre visa driblar vontades e regras para favorecimento pessoal.

Falta de palavra:

A falta de palavra pode caminhar próximo à mentira e à manipulação. Quando alguém combina algo ou assume um compromisso, a espera social é que o mesmo seja cumprido. Mais uma vez, descartando os casos isolados, uma “Palavra” quebrada com frequência oferece sérios indícios de falta de caráter.

Não assumir as próprias responsabilidades:

Um dos maiores sinais de maturidade que pode ser encontrado em alguém é a capacidade de assumir as próprias responsabilidades. A falta de caráter pode ser observada se uma pessoa repetidamente atribui a outros a responsabilidade por atos que deveriam ser assumidos pessoalmente, principalmente, no que se refere às quebras de regras e leis que infringem com frequência.

Nota da página: Não é por acaso que as características acima são frequentes em sociopatas, pessoas com ausência de consciência e consideração pelos outros.

COMPARTILHAR



RECOMENDAMOS



Josie Conti
Blogueira e empresária. Após trabalhar anos como psicóloga, abandonou o serviço público para manter seus valores pessoais. Hoje, conjuntamente com sua equipe, trabalha prioritariamente na internet na administração funcional, editorial e publicitária de redes sociais e sites como CONTI outra, A Soma de Todos os Afetos e Psicologias do Brasil, além de várias outras fan pages que totalizam cerca de 9 milhões de usuários. Também escreve para as Revistas Contemporânea Brasil e Caminhos. É um exemplo de pessoa que mudou de profissão da área de atendimentos clínicos em saúde do trabalhador para reconstruir seu próprio caminho como editora de sites e blogueira. A formação em psicologia com passagens e especializações nas áreas da psicopedagogia, neuropsicologia, recursos humanos, clínica e saúde do trabalhador nunca foram perdidas e são utilizadas diariamente na escolha dos materiais, seleção de colunistas, em seus textos e vídeos . Acredita que a universidade deve ser um degrau construtor de conhecimento e senso crítico, mas nunca a definidadora de uma vida.

85 COMENTÁRIOS

    • Este texto não tem a profundidade e seriedade de que o Tema pede e ainda incita a desconfiança nos outros. Rotula as pessoas e dá o aval à pessoas leigas analisarem, sem o respaldo científico, pessoas que lhes causaram algum tipo de dano, dentro de situações por elas vivenciadas, as vezes de forma confusa pois estavam envolvidas emocionalmente no contexto e por isso sem condições de análise. É tanto que muitos comentários são queixas… Texto anti-ético e nada profissional. O Texto, não leva em conta, o perigo de julgarmos os outros com as lentes embaçadas do nosso preconceito., ou no envolvimento” apaixonado ” de nossos julgamentos. É um texto que protege aquele que lê e acusa aquele que é o objeto de observação pessoal. O autor(a), escreve o que as pessoas querem ler.sem embasamento científico. Uma estória curtinha com começo, meio e fim. É fatalista e determinante, traçando diagnósticos, precipitados e levianos. Se alguém discorda, por favor, me orientem, caros colegas de curso e caros profissionais da Psicologia!

  1. Desculpa, mas acredito que é um texto muito assertivo para ser levado a público assim. Pela minha consideração ele justifica a autoimportância, o julgamento e a incompaixão de algumas pessoas. Se formo justos todos nós já nos pegamos em um ou outro pecado desses ver por outra, a vontade de SE ver e corrigir é chamado de consciência e é exatamente essa consciência que deve nos levar a não rotular pessoas como sem carater, afinal o que elas querem assim como nós é serem felizes. Eu conheço pessoas, e não sou eu ( pq minha reação pode parecer uma autodefesa) que são taxadas como sem carater por outras e são diferentes, totalmente diferentes, algumas são tão inconscientes que perderam o contato consigo mesmas, não as vejo como com problemas de carater, a pessoa vive um pesadelo tão grande e sua vida se limita a auto defesa! Então não pagar, mentir, se proteger etc é estratégia de sobrevivência, o que precisamos fazer não é rotula-las e sim apoiarmos a despertar e ver que existe alguma coisa viável além do medo. Algumas de fato defendem com tal vigor todas estas atitudes para proteger vícios, para proteger sua vontadede ferir , esse aí amiga……é o real psicopata, ele finge..finge….finge até que sofre, mas se sofresse, estaria crescendo. Esse deve ser encaminhado ao psiquiatra e rotula-lo tb não é uma boa idéia. Se somos psiquiatras ou psicologos ou coisas do genero que nos permita este julgamento, temos que pesar que a maioria das pessoas que leêm isso no facebook por exemplo, não o são , mas vão pegar estas palavras como justificativa para seus próprios preconceitos , estamos neste caso alimentando a incompassividade e a intolerância. Não sou uma religiosa de qualquer religião, mas neste caso não posso esquecer daquela máxima…….Quem não? Então atire a prmeira pedra.

    • Você se sentiu atingida por ter se identificado com as caracteríticas de pessoas com mal caráter citadas no texto. O texto é claro e diferencia bem o “mal caratismo” (de quem não procura melhorar) das “falhas aceitáveis” (que trazem culpa e modificação de comportamento). É bom você se questionar porque se sentiu tão atingida pelo texto.

      • Essa “estratégia de sobrevivência” que você citou é exatamente a definição do mal caratismo. E isso SEMPRE é uma questão de escolha! A menos que tenha uma pessoa com uma arma na tua cabeça te coagindo a agir dessa forma. Não há desculpa para esse tipo de comportamento. Depois de uma certa idade a gente enxerga o que é certo e o que é errado e só nós podemos decidir qual caminho tomar.

        • Ao ler o texto indicado na minha time do Facebook, gostei muito de cada tópico e identifiquei um profissional que trabalhou comigo dentro dessas características. E concordo contigo Ana sobre sua resposta à Lilian. Não as conheço, mas o bacana de textos como esses vinculados as redes sociais e abrem pra discussão e talvez seja legal a Lilian avaliar suas atividades e perceber q o primeiro processo dentro da fase do luto é a negação.

        • Concordo com a Lílian Gardênia andrade. Resposta a ela: Ainda que incita a desconfiança nos outros. Texto fatalista e não leva em conta o perigo de julgarmos os outros com as lentes embaçadas do nosso preconceito. É um texto que protege aquele que lê e acusa aquele que é o objeto de observação. Ela escreve o que as pessoas querem ler.sem embasamento científico. Uma estória curtinha com começo, meio e fim.

    • É por causa da tolerância que o Brasil está como está, chega de aguentar gente doente e sem caráter!!!! Quem quiser que vá ao médico, ninguém é obrigado a tolerar ninguém!!!!

      • Disse tudo cara colega Denise,penso que este lance de caráter é algo muito importante de ser estudado,e como é um trecho fazendo um breve resumo,nem tudo a psicologia entende,mais pessoas comuns com alguns sinais devem sim procurar ajuda, convivemos com pessoas de vários comportamentos, mais isso acredito que seja de cada ser , somos todos diferentes, nenhum de nós tivemos a mesma educação ou qualquer outro tipo de formação…. Talvez eu tenha falado um monte de besteira mais esse lance de caráter é algo de cada um ,mas sabemos que índole e transtornos de identidade todos tem, levando em consideração que temos bons exemplos de quisermos, basta observar e aproveitar o que os mais sábios e corretos condizem seu dia dia …Obs: só acho!

    • Blz. Muito bom os dois textos complementam-se
      O 1° é ótimo…
      O 2° O seu, ótimo
      Um pensamento meu de leitora interessada: O 1° informativo e na minha opinião deve ser publicado e agradeço. Concordo com vc…faltou o outro lado da moeda. Que na minha opinião, você foi bastante responsável em complementar e agradeço como leitora.
      Creio que compreendi bem.
      Atrevo-me agora dizer q o “tom” do segundo teria sido mais aceito se em um tom mais brando e meramente informativo.

    • O texto é muito bem urdido e cumpre a sua serventia para redes sociais. Não temos que cobrar da autora excelência de um manual de psiquiatria , de um prógono ou epígono de Freud . Muito clara, a matéria é um “digest”, sem muito detalhe mas com o essencial para ser digerido por qualquer um . Não preciso me formar psicóloga para entender um autor que faz conjeturas sobre o caráter/mau caráter da gente do nosso tempo, com tantos agentes e vítimas de mau caratismos . Se eu precisar de mais exatidão ou de mais profundidade do que a de um ovo frito, terei que consultar um profissional da área ou um texto clássico acerca do problema. Ou ir à Justiça, se eu estiver sendo vítima de algum cidadão(ã) sem caráter . Só acho …

    • Concordo contigo. Ainda que incita a desconfiança nos outros. Texto fatalista e não leva em conta o perigo de julgarmos os outros com as lentes embaçadas do nosso preconceito. É um texto que protege aquele que lê e acusa aquele que é o objeto de observação. Ela escreve o que as pessoas querem ler.sem embasamento científico. Uma estória curtinha com começo, meio e fimcom começo, meio e fim.

    • Concordo contigo. Ainda que incita a desconfiança nos outros. Texto fatalista e não leva em conta o perigo de julgarmos os outros com as lentes embaçadas do nosso preconceito. É um texto que protege aquele que lê e acusa aquele que é o objeto de observação. Ela escreve o que as pessoas querem ler.sem embasamento científico. Uma estória curtinha com começo, meio e fimcom começo, meio e fim.

  2. Eu levo , sim, em consideração o texto deste site.. Porém, vivemos em sociedade , somos ,sim , rotulados todos os dias,horas ,minutos e segundos. Essas rotulações são para tentar conter atos ,talvez instintos ao passar do tempo. Não vejo erro no texto, pq hj é o todos fazem… Tentar explicar tudo. Eu já me peguei fazendo “N” coisas sitadas .. umas com frequência outras apenas uma vez… E posso me considerar uma pessoa em tradição de aprendizado eterno .. Hj consigo abrir mãe de muitas coisas… Consigo ver em primeiro lugar o veraneável … e depois penso em mim… Se é Certo? não sei . Mas que me sinto bem… de ver um sorriso e um agradecimento , ou um reconhecimento de simplesmente ter feito o certo para MIM… e consequentemente fazendo o bem pro próximo … e isso virou CLICHÊ na minha vida … Me pego errando muito ainda …Mas consigo defender um mentiroso compulsivo de alguém de se diz o dono da verdade. Temos que aprender a se colocar no lugar do outro… ” um dia da caça, outo do caçador”

  3. Texto claríssimo, s nao entende quem nao quer ou pessoas com serios problemas de interpretaço. O titulo do texto diz: Aprenda a identificar a real falta de carater. E no decorrer explica inclusive a diferença entre falha e falta de caracter, exatamente para evitar rotulos. Agora, se a pessoa de fato tem falta de carater, fazer o q?Esse individuo tem q ser identificado, para se evitar transtornos nos relacionamentos. Ex. mau pagador. Vou destrata-lo ou despreza-lo? Nao! Mas sei q nao posso fazer negocios com ele. Uma amiga mentirosa inconsequente, posso confiar coisas serias? Nao. Ja diferencia de uma pessoa que ocasionalmente nao pode pagar uma divida ou uma amiga q eventualmente possa mentir.A diferença? Pensar e agir com atitude de melhora. O que uma pessoa com FALTA de carater nao tem como objetivo, por sua baixa consciencia. Sei na carne a diferença. Quem se relacionou com um psicopata, nao passa imune dessa diferenciaçao. E isso foi exatamente o unico beneficio que eu tive com a minha experiencia. Ps. Teclado com problema na acentuaçao.

    • Não existe falta de caráter, todos temos caráter ou bom ou ruim, ou oscila entre eles…E deixando um recado para Josi Conti, se você for publicar, acredito que toda crítica pode ser aproveitada e você pode melhorar o seu texto…as vezes os que sempre concordam são os que menos ajudam.

    • Adota eles!Leva pra morar na sua casa!O texto não fala de pessoas nem situações especificas,cita caracteristicas de individuos com essas falhas. É claro que quem convive próximo a alguém assim(familiar) vai poder fazer algo por ele, agora você não quer que eu leve pra minha casa alguém com deliberada falta de carater, como a mentira ou a manipulação pra cuidar , quer?Não aguento mais essa sociedade de hipócritas que não pode falar nada de ninguém que vira coitado! Antigamente quando os pais podiam educar seus filhos, eles não agrediam professores e etc; e as cadeias eram mais vazias.Todo mundo hj é tadinho!

  4. meu EX era sociopata convivi com ele por vinte anos foi que não deu mais e me separei fiquei todo esse tempo esperando que melhorasse vi que ele gostava de ser assim tinha mão boba não respeitava ninguem

    • Eu fui noiva de um sociopata q se enquadra em tudo citado acima. Inclusive eu li o texto pq sabia q me indentificaria por ter sido tanto tempo manipulada e sofrendo mentiras por ele. Às vezes parecia q a louca era eu , e no entanto o mau carater era ele . Comecei a ler tudo sobre desvio dw caráter e sociopatia, e cada vez mais ele parecia ser um.

  5. O texto é claro e muito bem formulado é exatamente assim que vejo falhas e falta de carácter quem achou ruim no mínimo se enquadra nas descrições e ao invés de achar ruim deveria tentar melhorar, mas infelismente são esses que nunca melhoram e fazem mal aí próximo .

  6. Achei um texto bem objetivo , não especifica quem quer que seja , simplesmente comenta o óbvio . Infelizmente o mundo está cheio de indivíduos assim , e não os julgo pois sei que é da formação como ser humano , penso que para esses não houve oportunidade de ser alguém melhor . Mas para os que são” corretos ” e não se julgam com esses transtornos , parabéns .

    • Não! Acho que a falta de caráter vem da educação que a pessoa recebe. Se a família, pai e mãe, são falsos, logicamente a criança cresce fazendo igual. Logicamente quando se entender por gente, vai buscar conviver com gente do seu jeito. E aí apenas desenvolve a sua falta e caráter passando a conviver com ela de forma crescente até se tornar um especialista na falta de caráter.
      Ninguém nasce mal caráter. Vira um mau caráter se assim for seu aprendizado.

      • existem alguns psicopatas cujo comportamento pode ser explicado por disfunção cerebral. O cérebro deles não permitem que associem sentimentos às consequências do que fazem e são incapazes de sentir empatia. Outros tem origem a fatores sociais. Portanto, nem sempre a culpa é da educação que tiveram, a causa pode ser fisiológica.

  7. Lendo as respostas fiquei abismada com a falta de respeito com as pessoas que não possuem a mesma opinião! Isso me deixa com mais medo que uma pessoa de caráter duvidoso.
    #maisamorporfavor

  8. Perfeito. …Muito claro…Talvez os q reclamam…Se encaixam exatamente em Cada situação. Caráter é respeito ao outro à situações de toda sorte. Repetir o erro por várias vezes não é doença e sim FALTA DE CARÁTER.

  9. Lilian Gardenia querida!!

    Pare com isso! É falta de caráter sim, pois essas atitudes causam sofrimento as pessoas do bem. Muitas vezes, trazendo consequencias graves, como a pessoa passa a n dar mais credibilidade a outros e isso o torna anti social, o que o faz o ser depressivo, devido o comportamento desregrado de outros, Para mim n só são carater, como são iniquos tbm.
    Aceita que dó menos linda.

  10. Convivi com uma pessoa assim ;ela me levou à ruina mental ate depressao e Sindtome do Panico hj eu sofro por causa dessa bandida….Pior que ninguem pode fazer nada por causa do Esraturo do Idoso…Mas desde jovem eh uma ordinaria falsa fofoqueira e nanipuladora…Qdo morrer nao vou nem pro enterro dessa mizera….
    Pra mim quem fala mal fos proprios filhos inclysive crianfdo estorias para queimar o filme fdos mesmos por causa de posses casas e etc nao passa de uma monstra!!

  11. Josie, parabéns, texto veramente oportuno que solidifica a premente necessidade da valorização do caráter, como meio de busca para um convívio melhor.

  12. Gostei muito do comentário da autora. A sociopatia é um mal grave , passa despercebido na maioria das vezes, traz muito sofrimento e pode causar a destruição de vidas. Por ser um mal comum atualmente se torna “normal” mas não por isso menos grave. A sedução, a falta de afeto são sintomas que o sociopata apresenta com muita tranquilidade. Sua segurança faz com que os incautos (e me coloco nesta perpectiva algumas vezes em minha vida), não percebam com quem estão lidando. São seguros de si e chegam em momentos de carência afetiva.
    Enfim, muito oportuna a publicação de seu livro. Vamos refletir! Concordo também que a educação que os filh os recebem em casa m os exemplos, são fundamentais. Limites, frustrações na justa medida são ações necessarias . O que tem em excesso é mais propenso a desenvolver a sociopatia!

  13. O Título: “Como identificar pessoas que possuem falta de caráter”
    Se possuo, não me falta. Se me falta é porque não possuo.

    Definição: “Caráter é um conjunto de características e traços relativos à maneira de agir e de reagir de um indivíduo ou de um grupo. É um feitio moral. É a firmeza e coerência de atitudes.”
    Todo indivíduo age e reage em qualquer situação, se não, estaria morto. Portanto, não há pessoas SEM caráter.

    Aquele que mente ou trai repetidamente e não se importa em mudar (ou não consegue?) é alguém que necessita da ajuda, e não do julgamento, de um profissional. Ele/ela faz isso por uma razão que muitas vezes está inconsciente.

    O que é agir certo ou errado? O que é moral?Depende das regras criadas e impostas pelo grupo social no qual o indivíduo se insere. Regras essas, criadas para que esta sociedade sobreviva e os sujeitos possam conviver (viver com).

    • Glória. Adultos sabem quando prejudicam outros, sabem quando fazem algo que não deveriam. Vc está querendo relativizar essa questão por algum motivo particular. Pare e pense a razao. Quem é sociopata sabe que o é. Simplesmente não se importa e sempre quer ser perdoado , usa de persuasão e tenta sempre se justificar.

  14. Boa noite,
    Como posso ajudar uma pessoa com essas características? Sendo que ela tem resistência à admitir que precisa receber ajuda.
    Obrigado.

    • esqueça de querer ajudar um sociopata sem ele mesmo reconhecer que é. Acredite, essas pessoas possuem uma grave deficiência, seja fisiológica ou não, em se emocionar com o sofrimento alheio, então, elas simplesmente não se importam se prejudicam muito ou pouco outras pessoas. É realmente assim. Não se importam e pronto, mesmo que façam toda encenação de arrependimento e promessas. Não caia nessa.

  15. Hoje em dia tem muita gente se beneficiando desse negócio de não julguem, amem o próximo. Isso aí é porque as pessoas não querem que seus erros sejam denunciados ou criticados, querem fazer o que bem entendem e não querem que ninguém lhes censure. Na verdade, eu acredito que um texto desse esclarecedor não está fazendo julgamento nenhum, está apenas mostrando as características de uma pessoa com falta ou falha no caráter. Agora a pessoa que possui falta ou falha de caráter precisa ser perdoada, amada? Sim. Mas eu como cidadão de bem também preciso saber me defender de pessoas assim. Esse texto serve pra que as pessoas não sejam ingênuas, informa, esclarece. Se ensinar sobre o caráter fosse errado o próprio Jesus seria errado, pois ele ensinava que o nosso falar deve ser sim, sim e o nosso não, não. Ele ensinou a mulher adúltera, eu te perdoei, agora vai e não faça mais isso! Pois o verdadeiro arrependimento é demonstrado na mudança de atitude!

  16. A verdade é que todos esses exemplos citados fazem parte da personalidade, em alguma medida, de todos. Algumas pessoas conseguem lidar de uma forma melhor do que outras e se você é uma dessas pessoas, quando identificar alguém com “falta de caráter”, mostre todo o seu melhor e pelo menos tente, se esforce um pouco pra fazer a pessoa enxergar que sempre há um outro caminho.

  17. O texto da autora é excelente!!! Além disso, muito esclarecedor e serve de alerta para todos nós, pois, quem nunca foi vítima de uma pessoa com falta de caráter, infelizmente, ainda sai em defesa de alguém com esse tipo de lacuna na vida social. Por experiência, afirmo que é muito doloroso ter de lidar com uma pessoa que só visa se aproveitar dos outros e, quando não mais precisa, pisa, magoa, despreza e assim por diante. Esse tipo de indivíduo destrói a muitos e porque não dizer a todos que têm o desprazer de conviver com ele. É suplício certo.

  18. Todos nós somos sujeitos à filhas mas, já sofri sérias consequências de comportamento de pessoas mal caráter e, justamente, por isso, indentifico de longe pessoas assim e procuro manter distância de gente nociva. Acho que o pior problema das mesmas, além de causar mal aos outros é, não reconhecer seus erros e procurar melhorar. Respeito a todos, mas não é por isso que tenho a obrigação de ser passava com comportamento nocivo alheio. Cada um que procure a sua melhora.

  19. Saudações!

    Pessoas com o perfil mencionado no texto existem, e machucam e discriminam outras pessoas que se opõem ou discordam dela. Eu convivo com uma pessoa assim. Não só eu, como meus familiares e pessoas próximas já sofreram ataques. É difícil ser levado aos limites frequentemente e tolerar isso, com prejuízos emocionais, morais e financeiros. E já percebi que se continuar desta forma, apenas prolongará os prejuízos, pois a manipulação existe, e é impossível estar vigilante o tempo todo e vez por outra, é impossível saber se a pessoa está tentando manipular ou se ela está sendo “sincera”. Ou seja é impossível fingir que isso é desejável o tempo todo. Estou tomando as minhas providências.
    Obrigado, assim falei.

  20. Eu penso que nao devemos fazer para o outro o que nao gostariamos que fizessem para nos.
    Este texto exemplifica varias situaçoes onde a pessoa erra e nao se arrepende. Um forte sinal que nao ta nem ai pro proximo. Ainda vou alem…quem age assim, se acha mais esperto do que o outro. Falta carater e sobra arrogancia.

  21. Quem muito discordou devia tentar fazer algo melhor! “Falta de carater”, entretanto, é uma expressão falha, pois a psicopatia é um tipo de caráter! Reflete a falta de sentimentos, vem de uma deficiência afetiva, e é imutável! Do mesmo modo como chupamos uma laranja e jogamos oo bagaço, ele faz com seus semelhantes, o mais é lero-lero!

  22. “Abandonou o serviço público para manter seus valores pessoais…” (?). Não entendi.
    Só há “mau caráter” no serviço público ?
    Não deveria existir serviço público ?
    Seus valores pessoais são superiores a todo e qualquer serviço público ?
    Ou a coisa é tão pessoal que não cabe atentar para esse tópico no currículo de uma blogueira ?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here