A gente sempre segue

A gente encara os problemas, cai e se levanta, a gente supera e segue.
A gente se decepciona, desanima, chora, engole o choro, mas segue.
A gente esbarra em gente ruim, que vive pronta pra guerra, que não se deixa em paz, que rouba a paz alheia: a gente faz uma oração, pede proteção de gente tóxica. E segue.
A gente encontra pessoas com um coração gigante, que nos ajudam a enxergar o melhor de nós, que falam que vai ficar tudo ok: e fica. A gente agradece a Deus por essa gente que volta e meia aparece na nossa frente como se fosse um presente. E a gente sempre segue.
A gente segue porque não tem outra opção ou a gente segue porque acredita que lá na frente as coisas boas que plantamos vão resultar em dias melhores. A gente segue de mãos dadas com quem nos quer bem, de vez em quando sendo o ombro, pedindo colo, mas a gente sempre segue.
Que a gente sempre tenha a força pra seguir e a sorte de escolher a estrada mais bonita.
Com fé no futuro, respeito pelo passado e gratidão pela vida: que a gente siga.

COMPARTILHAR
Karla Tabalipa
Feminista em (des)construção, mãe do Pedro, viciada em filme água com açúcar e literatura. Estudante de Letras, Leitora compulsiva de blogs (principalmente os feministas) e apaixonada por Virginia Woolf, Sylvia Plath, Hilda Hilst, Caio Fernando Abreu e Hemingway. Ouço mil vezes a mesma música, sinto milhares de vezes a mesma saudade e coleciono muitos nós na garganta, palavras não ditas (porém escritas e reescritas) e culpas que não são minhas. Das perdas mais dolorosas que sofri, me perder de mim foi a pior delas. Mas aos trancos eu aprendi que eu sempre me reencontro, me refaço e (me) recomeço, leve o tempo que levar.



DEIXE UMA RESPOSTA