Nossos medos podem esconder grandes potenciais

Em nossos medos estão escondidos nossos maiores potenciais. O que nos assusta não é a nossa sombra, mas nossa capacidade de iluminar. Temos receio de abrir as asas porque no chão não corremos o risco de cair. Voar nos requer constante alerta e coragem, então é mais fácil ficar estacionado no conforto. Mas voar é preciso, porque a vida acontece mesmo é perto do céu, onde as asas se movimentam. E onde as nuvens podem sim embaçar nossa visão, mas ao mesmo tempo o azul da nossa coragem nos ajuda a descobrir nossos maiores potenciais, fortalecendo nossas asas.

Quando se encara o medo de frente e descobre-se que dentro de nós há uma fonte inesgotável de luz e amor não queremos mais parar de transbordá-la. É assim que se dá a descoberta de que podemos levar luz com nossas asas e ajudar assim outras pessoas a fazerem o mesmo.

Muitas vezes uma pessoa muito nervosa que desconta sua ira em outra, pode estar escondendo por trás do gesto de agressividade um medo muito grande. E desconhece seu próprio potencial. A busca diária pelo autoconhecimento é o que pode ajudar a desvendar os mistérios de si mesmo e a confrontar e elaborar medos, podendo colocar em prática a essência que quer voar e transbordar pelo caminho da vida.

Imagem de capa: Carla, por Berta Vicente

COMPARTILHAR
Meire Oliveira
Meire Oliveira é Escritora, Poeta e Coach de transformação. Amante das estrelas e das estradas. Autora dos livros Pintando Borboletas e Vai Com Fé que Flui. Conjuga o verbo escrever com vários outros juntos: ama, sente, vê. Por isso nasce e renasce em palavras que palpitam nela.



DEIXE UMA RESPOSTA