Depois de muita luta (literalmente), esse passageiro conseguiu embarcar junto de seu coelho em um voo internacional da empresa aérea KLM, nesta sexta-feira (19).

O dono do animal tinha autorização judicial para levá-lo no voo, mas foi barrado por funcionários da companhia aérea.

O rapaz teve que acionar seus advogados que conseguiram fazer com que o coelho, chamado Alfredo, entrasse no avião sob escolta policial, depois de uma segunda autorização da Justiça.

Foto: Divulgação/Redes sociais

Eles afirmaram que tinham feito contato anterior com a KLM informando sobre a primeira liminar judicial autorizando o embarque de Alfredo, para evitar toda a confusão ocorrida e que, mesmo assim, “o comandante informou não se importar com a decisão judicial e retornou à aeronave, sem os nossos clientes”.

Um registro em vídeo circulou a web e chocou muitos internautas. Nele, o dono de Alfredo aparece xingando a funcionária da KLM e, na sequência, sendo agredido com socos por um outro empregado. As ações e reações iniciaram uma briga generalizada.

Foto: Divulgação/Redes sociais

Nas imagens é possível perceber o casal argumentando com a funcionária que haviam autorização judicial prévia, assim como uma da própria KLM, para que o animal pudesse voar.

Contudo, a empresa afirmou por meio de nota que houve um “equívoco interno” ao avisar a equipe de embarque sobre a documentação.

“Devido a um equívoco interno da companhia, o transporte excepcional do animal na cabine da aeronave, com base em uma decisão judicial, não foi comunicado à tripulação do voo com antecedência”, afirmou a empresa.

“Ao contrário de cães e gatos, animais roedores não podem ser transportados na cabine da aeronave por razões de segurança, motivo pelo qual os passageiros não puderam embarcar no voo da KLM desta quinta-feira (18/11) em São Paulo com seu coelho”, completou.

Além disso, a empresa aérea afirmou que “lamenta profundamente que a situação tenha escalado para um desentendimento no local de embarque” e diz condenar “qualquer tipo de comportamento violento de passageiros e colaboradores”.

Com informações de G1

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui