Quando a vizinha tentou por mais de uma vez compartilhar suas opiniões homofóbicas, Lexi Magnusson e seu marido criaram uma forma criativa, pacífica, colorida e natalina para protestar contra o preconceito. O amor sempre vence.

“Esta é a estação para combater a homofobia”. Com essa frase, Lexi Magnusson, 34, começou sua história sobre como lidar com todos os seus vizinhos homofóbicos da maneira mais educada, pacífica, colorida e natalina possível.

Lexi é nascida em Seattle, Estados Unidos, e escreveu em um post viral no site Reddit que chegou em seu bairro alguns anos atrás depois de deixar a igreja Mórmon por suas posições retrógradas em questões relacionadas a mulheres e pessoas de diversidade sexual. Foi nesse contexto que uma nova vizinha apareceu à sua porta.

“Ela é mórmon e soube que nós também éramos. Acho que ela pensou que ainda éramos crentes, mesmo que meu marido tenha dito a ela que não estávamos mais frequentando. Imagino que ela pensasse que ainda tínhamos a mesma crença em relação à comunidade LGBTQ que a Igreja”, disse Lexi..

Pixabay

“Nós absolutamente não temos. É por isso que deixamos a igreja Mórmon”, disse o marido.

Enquanto conversavam, a mulher explicou a Lexi que havia mudado de status com sua família para “proteger” seus filhos das pessoas LGBTI.

“Pensando que éramos aliados, ela nos contou o horror que sentiu quando um de seus filhos convidou uma garota para sua festa de formatura e ela o rejeitou porque ela planejava ir com sua própria namorada. E então, a escola teve uma assembléia na qual conversaram sobre pessoas trans e destacaram uma criança trans”, explicou Magnusson.

“Ela disse que tinha que tirar seus filhos e se mudar porque estava farta de gays e pessoas trans e que todas as pessoas os deixavam normalizar esse estilo de vida”, acrescentou.

Pixabay

Desgostosa com os comentários e posturas de sua vizinha, e com o Natal chegando, Lexi decidiu celebrar seu feriado favorito e protestar contra as visões das mulheres e do mormonismo de uma maneira pacífica, criativa e completamente marcante.

Reunindo as luzes que ela possuía de anos anteriores e comprando luzes brancas extras para pintá-las nas cores necessárias, a mulher e o marido desfrutaram de cada minuto da instalação de seu lindo protesto de Natal.

Basta dizer que a vizinha de Lexi não estava feliz com a manifestação política da protagonista da história.

“Ela costumava me cumprimentar sempre e agora está me ignorando. É por isso que toda vez que a vejo, eu a saúdo de maneira cada vez mais ridícula, falsa e exagerada ”, acrescentou.

O eficaz e belo protesto de Natal de Lexi e seu marido atraiu a atenção de cerca de 40 mil pessoas que celebraram educação e a classe que mostraram ao lidar com pessoas tão cheias de ódio de uma maneira alegre, colorida e muito bastante eficaz.

Com informações do Reddit

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here