Iniciado na Dinamarca em 2013, o Projeto Octo vem ajudando desde então bebês que nasceram prematuramente e com uma simples iniciativa: polvos de crochê. Um grupo de voluntários começaram essa ação por lá de costurar polvos de crochê para doarem a bebês prematuros da unidade intensiva de neonatais. Atualmente, o projeto atende 16 hospitais na Dinamarca e tem pedidos para iniciar o mesmo em mais 15 países.

“Ajudamos os voluntários a realizar o projeto na Suécia, Noruega, Islândia, Ilhas Faroé, Alemanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, França, Itália, Turquia, Croácia, Israel, nos territórios palestinos e na Califórnia e Florida nos Estados Unidos”, diz o site do projeto.

Mas calma, essa iniciativa toda tem uma explicação. O primeiro hospital a testar a ideia foi o Hospital Universitário Aarhus. A equipe médica comprovou uma melhora nos sistemas respiratório e cardíaco dos bebês, além de um aumento dos níveis de oxigênio no sangue. Para que o brinquedo seja seguro para o recém-nascido, ele precisa ser 100% de algodão, pois assim pode ser lavado à máquina de lavar, e os tentáculos não podem ter mais do que 22 centímetros.

São muitos lindos, não? Mais uma da série: coisas que o ser humano é capaz de fazer quando tem amor e empatia no coração.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here