Acredite em mim, acontece de alguém sair de um relacionamento por amor ao parceiro. Quero encontrar as palavras certas para me explicar, sem gerar nenhuma indignação em você. Sendo clara e objetiva: se você se relaciona com uma pessoa de bom caráter e ela percebe que as suas expectativas estão além do que ela pode oferecer, ela vai se preocupar contigo ao ponto de colocar um ponto final na relação, mesmo te amando.

Digamos que você iniciou um namoro e tem urgência em se casar, daí, a sua ansiedade se transforma numa cobrança excessiva, levando o seu parceiro a sentir-se acuado (a). Possivelmente, ele(a) vai optar por sair da relação por sentir que não tem condições de corresponder às suas projeções, entende? Sim, ele/ela, mesmo gostando muito de você. Nada disso, não vale o argumento de que “se ele(a) realmente gostasse, se casaria e pronto”. Sejamos sensatos, casamento não é brincadeira, e, para muitas pessoas, é um passo muito sério para se decidir sob pressão.

Acontece de o sentimento ser recíproco, mas, dadas às circunstâncias, os ideais não convergem, ao menos naquela fase da relação. Por vezes, está tudo fluindo bem, mas um dos parceiros começa a fazer cobranças excessivas, se comportando com imaturidade e insegurança, tirando, assim, a leveza do vínculo. O outro, por sua vez, poderá sentir-se profundamente desconfortável e dizer “adeus” mesmo com uma carga intensa de sentimentos positivos.

Existem términos que acontecem, não porque o amor acabou, mas porque a pessoa necessita de paz e tranquilidade. Há casos em que uma relação inicia cheia de encantos, mas, vai migrando para uma atmosfera tensa e conflituosa, chegando ao ponto de asfixiar. Um deles vai pedir para sair, é fato.

Desenhando: uma pessoa sensata e que se importa com os sentimentos do parceiro, vai sair da relação, mesmo com o coração sangrando, caso ela perceba que está frustrando as expectativas do outro. É que ser responsabilizado pela total felicidade de alguém é um fardo insustentável. Há casos em que uma pessoa parece respirar o parceiro, e, isso, por si só, é assustador e desestimulante.

É isso, nem sempre alguém que saiu da sua vida fez isso por falta de amor e reciprocidade, pode ser que a pessoa se importou tanto contigo ao ponto de permitir que você encontre alguém que responda aos seus anseios. Possivelmente, aquela pessoa não teve condições de lidar com o seu comportamento ansioso, que acabou nublando aquele sol lindo do início da relação de vocês. Ele(a) preferiu não empurrar com a barriga como tantos fazem, porque ele(a) tem responsabilidade emocional com o outro.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Ivonete Rosa
Sou uma mulher apaixonada por tudo o que seja relacionado ao universo da literatura, poesia e psicologia. Escrevo por qualquer motivo: amor, tristeza, entusiasmo, tédio etc. A escrita é minha porta voz mais fiel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here