Confiança é quebrável e muito frágil. Uma vez que tivemos a confiança abalada em algum momento da vida, a gente carrega a falta dela por muitos anos. Infelizmente, acabamos transferindo isso para as pessoas que convivem conosco. Queremos controlar tudo e todos por medo de sermos feridos novamente, e é justamente aí que falhamos.

Confiança é a base de qualquer relacionamento, se você não confia, não vai dar certo. Eu entendo seu medo, suas dúvidas, receios, mas, não existe ninguém nesse mundo que aguente conviver com tanta desconfiança por muito tempo. Desconfiar é dolorido, pesa a vida de qualquer um.

Viver angustiado com medo de ser traído à todo minuto, é a mesma coisa que viver o inferno aqui, isso não é vida, é a morte (sendo bem honesta). É normal ter ciúmes de quem você gosta, o que não é saudável, é tornar isso uma obsessão e projeto de vida viver na cola do outro. É igual aquele ditado: “Quem muito segura, deixa escapar pelos dedos”. Acontece exatamente isso.

Se seu namorado ou sua namorada te ama, ele(a) não vai te trair, e se acontecer de trair, é falta de caráter da pessoa e JAMAIS sua, o único perdedor ou perdedora nessa história, é o infeliz que trocou uma pessoa maravilhosa como você por outra.Você é sim uma pessoa maravilhosa, sei que você cuida do seu relacionamento, protege, ama. Então pense um pouco: se acontecer traição, quem vai sair perdendo?

Não tem o que temer!

Exercer a confiança não é uma tarefa fácil, vai exigir algumas coisinhas de você, dentre elas:

1. ACREDITAR EM SI MESMO 


Pode parecer clichê, mas quando você confia em ti e sabe do seu valor, o resto não importa. Quando você tem consciência da preciosidade que é você, tolerar falta de noção do outro, não é opção. Você confia no outro porque sabe do seu valor.


2. TER ALGUÉM QUE TE PASSE SEGURANÇA


Claro, não sou idiota de dizer para você confiar no outro se o mesmo não te passa segurança. Se a outra pessoa é sensata e te passa confiança, automaticamente você vai soltando as suas amarras. Então seja consciente, ok? Todas as vezes que você desconfiar do outro, pare e reflita: “Será mesmo que existe algo para eu estar tão desconfiada?”, “A pessoa em questão já me deu motivos para isso?”, “Existe fundamento no que eu estou com medo?”. Sempre se questione quando a desconfiança chamar sua atenção. Eu já tive muitos problemas com isso, meu namorado é super claro comigo, e mesmo ele sendo assim, eu levei 2 anos pra entender que eu precisava deixar de lado meus traumas passados e confiar nele, apenas isso. Comece a praticar diariamente sua confiança no outro e em você mesmo.

Eu poderia listar muitas coisas aqui, mas o principal disso tudo é você entender quem você é e o que você merece. Quando você entender que amor não é obsessão e sim liberdade, você vai perceber a graciosidade que existem em confiar no outro. Olhe pra dentro si, reveja sua identidade. Pense grande, pense no amor lindo que você tem pra oferecer, e que quem não quiser, é um perdedor feio. Você merece o MELHOR, sempre!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Déborah Izy
Taurina, cerveja, ler, escrever, barzinhos, cinema, séries, filmes, super heróis, e amante da vida, acredito fielmente no amor. Gerencio a página em meu nome no Facebook: Déborah Izy. Espero que gostem e se identifiquem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here