Qual a lembrança que você quer deixar ao mundo e as pessoas quando a única coisa que restar de você for apenas as recordações? Como você quer ser lembrado? Que sentimentos você quer despertar quando pronunciarem seu nome? Da minha parte, quero deixar a lembrança de um rosto sorridente e de alguém que não fez mal a ninguém.

Quero que lembrem, e por que não, das minhas mudanças bruscas de humor, como também do quanto uma única palavra já me arrancava um sorriso do rosto, mesmo em meio a lágrimas. Quero que lembrem de mim como uma apaixonada pelo mar, pela vida, por Deus e pelas pessoas. E você, que sementes tem espalhado por aí? Tem feito o bem? Tem perdoado? Tem marcado positivamente a vida das pessoas? Sua vida pode ser qualquer coisa, menos insignificante para você e para os outros.

Mas ainda dá tempo, ainda há possibilidade de você rever as suas sementes bem como o terreno que você as tem plantado. Acho engraçado quando as pessoas lá no fim da vida fazem comentários do tipo: me sinto tão sozinho, meus filhos e netos quase não vem me visitar. Ai eu lhe pergunto: você cultivou o amor deles enquanto podia? Beijou, abraçou, deu colo, apoiou? Ou passou de forma pouco marcante pela vida dos seus? Em terreno que se planta girassóis não florescem gerberas. Nós somos os semeadores, somos nós que cultivamos o terreno, somos nós que escolhemos a semente…

Não está gostando da colheita? Mude a forma de cultivo, ou escolha outro terreno e outras sementes. As lembranças que você deixará após sua partida serão os frutos das sementes que você plantou.

Então, vamos espalhar sementes de amor, bondade, esperança, alegria… Se você não colher, outros colherão… Mas pelo menos você poderá dizer que fez a sua parte no cultivo de um mundo mais bonito e florido.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Josielly Pinheiro Westphal
"Psicóloga de vez em sempre, organizada de vez em nunca. Escreve sobre coisas aleatórias e em momentos mais aleatórios ainda. Tem mania de observar tudo ao seu redor, mas tem opinião formada sobre bem poucas coisas. Aprendiz na arte de encerrar ciclos e de se abrir para novas experiências. Acredita em Deus e nas pessoas. Gosta muito do mar, de sol, da família, dos amigos. Corre, malha, faz trilha, come e bebe quando tem vontade. Sensível e durona, teimosa e manhosa: HUMANA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here