Não basta ser amor em dias e tempos diferentes. O bom é quando o amor invade duas pessoas na mesma sintonia. É vivê-lo da melhor e mais honesta composição. O amor inteiro vive no presente sem adiá-lo para o amanhã.

Fique com alguém que arranque sorrisos em instantes inesperados. Alguém que saiba despertar felicidades por vocação. Alguém que não deixe de insistir em oportunidades de crescimento para ambos. Porque se o amor é cumplicidade, sentir muito nunca será um desperdício.

Fique com alguém que te reconheça. Alguém que entenda da sua urgência em viver o agora. Alguém que traga intensidades mesmo quando o mundo todo fizer questão de colocar medidas. Porque se o amor é entrega, pressa alguma será um desconforto.

Fique com alguém que transborde energia e confiança. Alguém que não se preocupe com os desamores passados e nas marcas que eles deixaram. Porque se o amor é seguir em frente, começar de novo não será um crime.

Fique com alguém para dividir mais de você e para somar mais do outro. Alguém que entenda a via de mão dupla na qual o amor precisa estar conectado. Porque se o amor é reciprocidade, a troca de sentimentos nunca será um sacrifício.

Não basta ser amor em carinhos e beijos diferentes. A graça do amor é quando ele chega com jeitinho, entrelaçando mãos e respirando poesia. É ter a sorte, o destino e o acaso encaixando no mesmo abraço. O amor inteiro fica no hoje porque não tem medo do amanhã.

Imagem de capa: Oleksandr Medvedenko, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




Guilherme Moreira Jr
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here