Como superar a autossabotagem? Veja 5 estratégias

Superar a autossabotagem não é um mero capricho. Muitas pessoas começam a fraquejar justamente no momento em que estão a ponto de alcançar um objetivo. Johann Wolfgang von Goethe, figura da literatura alemã, inclusive dizia: “as dificuldades aumentam quanto mais próximos chegamos de nossa meta”. Nem todas essas dificuldades, no entanto, são impostas pelo exterior. Algumas dificuldades estão dentro de nós mesmos.

Muitos são os que buscam mudar completamente a sua vida. Seja na vida pessoal, profissional, social, etc, isso é uma meta para algumas pessoas. Parar de fumar, evoluir na empresa, melhorar as relações familiares… Agora, alcançar a meta é complicado? Se for o caso, você deveria começar a entender os obstáculos que o impedem de chegar lá, começando por si mesmo.

O surgimento da autossabotagem

Sair da zona de conforto nunca é uma tarefa fácil. Gera incertezas e medos, já que entramos em territórios desconhecidos do mundo e também de nós mesmos. Por isso não é difícil que, perante esse medo, acabemos nos sabotando. Um grande problema nesse sentido, segundo a psicóloga e coach Marta Torres, é o autoconceito. Autoconceito é a ideia que temos de nós mesmos. Ou seja, qual opinião temos sobre nosso próprio eu?

Não é nada fácil mudar o conceito que temos de nós mesmos. Seja como for, se ele não é dos melhores, a autossabotagem tende a aparecer. Isso ocorre porque falta segurança e não conseguimos acreditar que somos capazes de chegar aos objetivos propostos. Ao contrário, no entanto, se nos considerarmos pessoas de valor ao invés de medíocres, com crenças firmes e positivas sobre nós mesmos, o caminho para o sucesso sem sabotagem de nenhum tipo será muito mais viável.

“O propósito é o que dá significado para a vida.”
-C.H. Parkhurst-

Estratégias para superar a autossabotagem

Vamos agora conhecer uma série de estratégias úteis para superar a autossabotagem. Se em um dado momento nos encontrarmos dando desculpas para não fazer algo, é possível que estejamos nos sabotando. Alguns exemplos são falta de tempo ou ficar enrolando para fazer as tarefas relevantes e buscando, no lugar, atitudes que provoquem recompensas imediatas, e não a longo prazo.

Segundo a coach Marta Torres, o primeiro passo para superar a autossabotagem é se conhecer bem. É uma forma excelente de localizar as crenças prejudiciais e começar a trabalhar para eliminá-las.

Saber que é possível

Foi Barack Obama quem cunhou a célebre frase “Yes we can”, ou “Sim, nós podemos” em inglês. Logo em seguida outros partidos políticos e até mesmo movimentos sociais também passaram a usar a fase. Por quê? Porque o primeiro que temos que ter claro para não ocorrer a sabotagem é saber que as metas propostas são possíveis. E, no mesmo caminho, definir metas que de fato o sejam.

Apenas quando vamos eliminando as crenças negativas de nossa mente e começamos a entender que somos capazes de alcançar os objetivos propostos teremos sucesso em eliminar a sabotagem pessoal. Para isso, não esqueça, as metas devem ser realizáveis e sensatas. Caso contrário, a frustração não tardará a aparecer.

Temos que estar motivados

Só as pessoas motivadas são capazes de saber que possuem as capacidades necessárias para verem suas aspirações realizadas. Assim, no momento de definir uma meta, a pessoa motivada pensa: é realmente isso que mais desejo entre todas as alternativas possíveis e tenho a motivação suficiente para alcançar o objetivo?

Se não souber como encontrar motivação, lembre-se de usar técnicas como a criação de planos de ação. Eles dividem a meta final em pequenos objetivos que se somam para atingi-la. Pode-se também criar um diário sobre o projeto pessoal no qual é possível ir anotando os avanços, ou pedir a ajuda de pessoas de confiança. Isso, de algum modo, pode servir para aumentar a sensação de compromisso com a chegada.

A paciência é a chave

Somente as pessoas pacientes conseguem alcançar seus objetivos. Por quê? Porque sabem que vão, pouco a pouco, superando etapas e aproveitando o “durante” de cada uma delas. A pressa pode gerar frustração e piorar o autoconceito quando não se alcança a meta no tempo primeiramente estipulado.

Não há nada que vem fácil

Também é importante que sejamos conscientes de que poucos caminhos são simples. Por isso, é necessário estar preparado para qualquer contratempo. Só assim estaremos prontos para enfrentar os problemas que surgem com uma atitude positiva e eficaz.

O equilíbrio é essencial

A estabilidade também é base para evitar a autossabotagem. Se alcançarmos a estabilidade nos diferentes aspectos de nossa vida, tanto o físico quanto o mental e o emocional, será mais fácil não perder a tenacidade para alcançar o objetivo.

Então, será que você seria capaz de superar a autossabotagem? No momento em que alcançar um autoconceito positivo de si mesmo, não será difícil. Com paciência, motivação e passos firmes, será difícil que você encontre obstáculos altos o suficiente para impedi-lo de chegar onde quer que seja.

“Quando é óbvio que as metas não podem ser alcançadas, não ajuste as metas, ajuste os passos para consegui-las.”
-Confúcio-

Fonte indicada: A Mente é Maravilhosa

Imagem de capa: Lia Koltyrina, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here