Acredite, existem anjos sem asas espalhados pela terra.

Anjos. É dessa forma que devemos enxergar as pessoas que nos querem e nos fazem bem. Infelizmente, é raro encontrarmos pessoas que se alegram com a felicidade alheia, uma vez que a maioria das pessoas que passam por nossas vidas, não desejam nosso sucesso. Entretanto, da mesma forma que existem pessoas pobres de alma, existem também pessoas ricas de luz. Pessoas assim possuem o poder de iluminar qualquer ambiente escuro e nos beijar a alma através de um simples abraço, mudando nosso dia e o de pessoas que têm a sorte de encontrá-las pelo caminho.

Por outro lado, devemos manter nossos corações esperançosos, acreditando que ainda existem pessoas bondosas, e exercitar a nossa bondade também. O que plantamos, colhemos. Se emanarmos coisas boas, coisas boas virão ao nosso encontro. Se emanarmos o contrário, permitiremos que coisas ruins entrem em nossas vidas.

É tão lindo quando pessoas lindas cruzam nossa estrada. Elas nos fazem enxergar a vida por outra perspectiva e nos mostram que é possível manter laços sólidos por meio da reciprocidade. E através de um gesto, conseguem mudar nosso dia em fração de segundos.

A vida fica muito mais real quando esquecemos, por um momento, amizades virtuais, e desfrutamos a companhia que se faz presente de corpo, alma e coração.

É tão bom quando encontramos pessoas que fazem questão de nossa companhia. Uma prosa regada de risos e leveza nos mostra que, apesar dos momentos passarem na velocidade da luz, vale a pena acreditar que podemos encontrar anjos sem asas.

Quando a vida é generosa conosco e nos presenteia com pessoas que carregam em si pureza, devemos abraçá-las, reservando um lugarzinho no lado esquerdo do peito.

“Nem todos os anjos tem asas, ás vezes, eles têm apenas o dom de te fazer sorrir.”

Imagem de capa: Zwiebackesser, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Larissa Dias
Estudante de jornalismo, radialista por amor, escritora nas horas vagas. Adora dar boas risadas, costuma passar os domingos de pijama assistindo filmes e séries. Apesar de não curtir baladas, é incapaz de recusar uma rodinha de violão, e para pra cantar junto. Mesmo desafinada, garante que é simplicidade em pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here