Se a alma é da mulher, ela faz o que quiser.

Meu rapaz, você tem que entender que a alma feminina nasceu livre de qualquer prisão que ouse tentar aprisionar suas vontades e seus desejos. Alma feminina é um objeto em constante liberdade, muda quando quer e quando não quer também. Quando uma mulher insiste em estampar um sorriso no rosto em meio a vida como quem grita; Eu-sou-livre!!!, não há criatura no mundo que consiga dissuadir este riso. Entenda que toda mulher tem alma poética e selvagem, você precisa respeitar o seu caos, para quem sabe, um dia, torna-se o seu cais. Seu porto seguro.

A alma feminina deseja liberdade em qualquer situação, e nem tente mostrar ou ensinar a maldade que se passa na mente de outros rapazes, pois as mulheres sabem de suas intenções apenas pela primeira palavra dita em um diálogo. Mulheres querem e desejam sentir a liberdade da alma mesmo que seja em um relacionamento. E quem foi o idiota que disse que não se pode ser livre em um relacionamento? Afinal, se você encontra-se trancafiado ou preso a alguém, não está nem perto de um relacionamento.

Entenda que a mulher que anda junto as tuas vontades é feita de vontades também. Uma alma que almeja a todo momento ser livre, e não suporta prisões amorosas, quem dirá, gaiolas na sua vida.

Moça, escuta o que tenho a lhe dizer.

Me deixa te contar umas coisas sobre a tua alma perfumada. Ela é livre! Saiba disto. Então seja essa liberdade que grita dentro do teu peito 24 horas por dia. Se o corpo é teu mulher, faça dele o que você quiser. Quer mudar o corte do cabelo de acordo com as fases da lua, mude. Quer marcar teu corpo com inúmeras poesias, vai lá e rabisca a tua pele. Quer provar de outros desejos que o mundo lhe oferece lá fora, vai lá e prova menina. Quer mudar o mundo com tuas atitudes e teus sonhos, mude. Você é essa constante mudança que ocorre dentro de tua alma que insiste em gritar; EU SOU LIVRE!!!

A liberdade é inteiramente tua e de mais ninguém, e olha que já mencionei esta palavra – liberdade – milhões de vezes por aqui. Põe o teu batom vermelho-marcante e veste-se de ousadia frente a tua vida. Calça a coragem que carregas no teu peito e não se esqueça de perfumar a tua alma de – olha ela aí de novo – LIBERDADE. Conheça a menina que anda presa em teu interior e grita por soberania. Ame-se acima de qualquer coisa, e assim você se sentirá mais segura, conhecendo-se a si mesma antes de conhecer o gigante universo lá fora.

Seja a mulher que sonhou em ser e não deixe que ninguém lhe impeça disto. Apaixone-se todos os dias pela mulher que batalhou para ser e lembre-se que você não nasceu mulher, mas agora, neste exato momento,(olha o pleonasmo aí.) tornou-se uma.

O corpo é teu menina.
TE LIBERTA.
TE BANHA DE SOBERANIA.
Liberdade.
Tu és livre.

E eu soube por aí que a tua alma deseja tirar umas férias.

Imagem de capa: sergey causelove, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Pedro Ficarelli

Apaixonado pela poesia feminina. Acredito fielmente que o amor seja o infinito que resolveu morar no detalhe das palavras. Muito prazer, eu me chamo Pedro Ficarelli, e escrevo com o único intuito de pôr palavras onde a tua dor se faz insuportável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here